terça-feira, 15 de outubro de 2013

Amor Demais Estraga Alguém?






Tem esta frase que de vez em quando ouço:

"Amor demais não estraga... "  Sobre a criação de filhos.


Fiquei pensando... Será que sabemos realmente como amar? Será que não confundimos este sentimento com posse e dependência? Será que um amor saudável pode ser exagerado? E qual é o amor que estraga, sim, porque ele existe. Já foi até cantado por Erasmo Carlos na música "Filho Único" na qual ele fala de uma mãe super-protetora.

Talvez não seja o amor que estraga e sim nosso comportamento neurótico, travestido de amor. Na música, Erasmo canta uma mãe possessiva, que deseja controlar o filho dizendo o que ele pode e não pode fazer, vivendo a vida do filho por medo que ele fracasse ou sofra...

Acho que falei duas palavras bem responsáveis pelo comportamento tresloucado de alguns pais: "medo" e "sofrimento" o medo transforma o sentimento de afeto em algo aprisionador, que sufoca o objeto amado e o transforma em uma coisa que se possui e não mais um ser vivo e livre para fazer escolhas e até sofrer se assim for necessário.

Também tem o amor dependência que torna os pais amantes um capacho e aí vão-se embora todos os limites. Dizem sim a todos os caprichos do outro  transformando o filho em tirano, aquele que nunca descobriu que existe a necesssidade do outro, ele pensa que só a dele é importante e que todo o resto do mundo exite para servi-lo. Não suporta frustração, não se importa com os outros e dependendo do caráter pode até virar criminoso. Isso tudo começando por uma expressão equivocada de amor, afeto. Talvez amor em si não estrague o caráter de um ser humano, mas o comportamento afetivo (neurótico) amororso, faz crescer, em algumas situações, o que temos de pior.

Então eu acho que este tipo de amor estraga sim se for na dosagem errada. Quando erramos na mão e colocamos uma dosagem exagerada desse amor desencaminhamos a evolução saudável de um ser humano e devemos pensar sobre isso. 

Namasté!

Gostou do texto? Compartilhe-o, clicando num dos botões abaixo!