segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A Mulher Sábia





"Toda mulher sábia edifica sua casa; mas a tola a derruba com suas próprias mãos"

Provérbios 14:1


Não pessoas, não me tornei evangélica... Mas quando farejo sabedoria eu ataco. E tem muita sabedoria nesta frase. As feministas talvez não concordem comigo. Contudo gostaria que me lessem primeiro. Porque concordo com esta frase? Porque reconheço sabedoria nela? Ela é antiga, do velho testamento, atribuída à Salomão. Porém penso que continua atual. Uma mulher com sua habilidade emocional, pode harmonizar os membros de sua família se usar sua inteligência e maturidade. É um trabalho a mais, sim, mas que pode render ótimos frutos.

Acredito que se a mulher for esperta pode "manejar" bem seu consorte pra que tenha um colaborador em sua "equipe" que é como eu tenho chamado família de uns tempos pra cá. Um grupo de pessoas que varia de duas a mais, com um mesmo objetivo, serem felizes. E porque não o são em muito dos casos? Porque ainda ouço muitas mulheres reclamando de seus maridos, dizendo que eles não são parceiros, não colaboram, ficam isolados afetivamente, não se comprometem de verdade, são egoístas (esta é a que mais escuto), e até atrapalham no final?

Acho a educação masculina, falha. O homens não são criados para se comprometerem com uma mulher, eles até querem, mas estão tão perdidos que fazem tudo errado, e terminam se frustrando e tendo um pouco de aversão à parceira e ao compromisso com mulheres em geral. Pra amizade tudo bem, mas casar? Não obrigado. Uma mulher pode mudar isso? Eu acredito que sim, com jeitinho, persistência, carinho e atitudes educacionais. Estas últimas são mais importantes. Educar os homens para um compromisso é tarefa da mulher sábia como diz Salomão, que edifica o lar. Mas será que ela pode fazer isso sozinha? Pode partir dela, sim. Com ajuda de fora, fica mais fácil, mas a mulher tem mais condições que o homem, na maioria dos casos.

Usando inteligência e estratégia, como faz a polícia, aprende com os dados e elabora um plano e executa, revendo erros e acertos. Aí me dizem, mas Nanda e o amor? Isso que você sugere parece tão mecânico... Sim, é prático, como o cotidiano o é. Na minha opinião fazer duas pessoas diferentes funcionarem juntas tem mais a ver com cérebro azeitado que com coração amanteigado. Embora se você utiliza o plano com amor ele funcionará com muito mais precisão. Minha proposta é: junte os dois, mas deixe o cérebro guiar. O coração vem pra acetinar os erros, depois e na comemoração, nas vitórias, assim como para aplainar os dizeres difíceis. E os perdões tão necessários com uma convivência longa.

Acho a bíblia um livro de sabedoria, que dá muitas dicas pra o dia a dia. Já que é o livro sagrado dos ocidentais, bem que podíamos usá-lo a nosso favor!

Traga a frase diariamente em sua mente e veja que tipo de pensamentos e ações vem depois disso. Treine agir de maneira mais estudada, com base nesta sabedoria simples de Salomão. Dê uma chance e veja o que acontece!

Namasté!
Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.

Provérbios 14:1
Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.

Provérbios 14:1
Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.

Provérbios 14:1