sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Uma maneira humana de falar

Tenho estudado um método de expressão chamado "Comunicação não violenta ", criado por um psicólogo americano chamado Marshall Rosenberg.
Ele afirma que se treinarmos nos conectar com os sentimentos e necessidades nossos e dos outros, poderemos encontrar um caminho desobstruído para o entendimento e para que possamos realizar uma maravilhosa convivência.
Ele introduz uma nova linguagem, a linguagem CNV, ou linguagem Girafa (pois este animal tem o maior coração dentre os seres vivos).
Penso que vale o esforço aprender esta forma de comunicação.

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Um lição duas saídas

Nos ensinaram que se o homem que nos interessa expressa desejo por outra mulher, ele está nos humilhando, porque está fazendo uma comparação e nos colocando em posição de inferioridade.

Aprendemos isso e não questionamos, apenas acreditamos e respondemos como verdade absoluta. Sentimos esta verdade nas entranhas e simplesmente ficamos humilhadas.

O que não percebemos é que com esta crença escolhemos, sem saber, dar o poder sobre nosso valor, à outra pessoa. Ao homem escolhido é dado o condão de dizer quem nós somos e qual é o nosso valor. Ele tem a faculdade de colocar uma nota em nós e isso se tornar uma arma que nos fere de morte.
Quando na verdade todo o poderio está na nossa escolha do que acreditar. Está na nossa mão nos sentir bem ou mal conosco.

Se pensarmos nisso podemos retirar o falso controle da mão dos outros e manifestar o real poder de saber nosso valor. Então que lembremos disso para reaver o real ponto de poder.

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Sobre criação de realidade

Imagine que dentro de você tem uma força, uma inteligência que manifesta no mundo físico tudo que existe em seu inconsciente. E  tudo que vc precisa é equalizar o comando consciente com o conteúdo e a força inconsciente.
Na maioria das vezes criamos por inconsciência. O nosso inconsciente guarda em gavetas, longe do acesso consciente, muitas informações as quais recebemos enquanto nos desenvolvemos. Estas informações, mesmo que não lembremos ou tenhamos noção da sua existência, materializam pensamentos, sentimentos e experiências.
Aquilo que você vê em sua vida é fruto dessas informações guardadas longe de seu conhecimento. E são elas que criam aquilo que você vive diariamente, situações agradáveis e desagradáveis.  Você não é uma pessoa má porque experimenta situações ruins, mas tem poder para mudar isso. Basta começar a ter noção das informações escondidas  e aos poucos ir transformando em informações mais favoráveis, que manifestem algo desejado por você conscientemente.