terça-feira, 8 de maio de 2012

Na Raiva dizemos a verdade?





Estava pensando sobre isso... Sempre me disseram que na raiva é que sabemos realmente o que o outro pensa da gente ou o que pensamos do outro. Será isso verdade?

Quando estamos aborrecidos com alguém, uma coisa é certa, desejamos que o outro fique triste, queremos magoar, porque este é o impulso da raiva. Então, se conheço o outro, sei o que pode deixá-lo ofendido e escolho dizer exatamente isso, para que ele fique muito desconfortável, bem próximo ao que estou sentindo. Nem sempre o que digo é a verdade absoluta dos fatos, mas serve para ferir e eu uso.

Quando a raiva passa, minha necessidade de machucar o outro passa, então eu me arrependo. Mas aí o estrago está feito, essas sujeiras jogadas em cima de alguém levam muito tempo para serem limpas.

Não acredito na honestidade da raiva. Acho que seríamos mais sinceros se declarássemos: Estou com muita raiva de você agora, por causa disso e daquilo. Seu comportamento me aborreceu e gostaria que não se repetisse. Isso é honestidade. Falar sobre seus próprios sentimentos e não descarregar uma saraivada de críticas distorcidas a respeito do outro.

Podemos repensar o conceito de honestidade. E usá-la a favor de construções afetivas mais eficientes.

E lidar com a raiva de maneira mais inteligente, caminhar, respirar profundamente, distrair a mente até a raiva passar, porque raiva passa e depois dela ir pensamos melhor e agimos mais acertadamente, sem precisar mentir. A calma não é mentirosa, só não tem desejos de magoar ninguém.

Namasté!

7 comentários:

  1. Não tem nada pior do que este sentimento, ele pode ser devastador. Quando estou muito zangada, normalmente fico calada... muito calada. Eu procuro não abrir a boca, pq toda vez que fiz isso, claro, não foi bom.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. REALMENTE A CONCLUSÃO QUE PODEMOS CHEGAR É QUE NÃO É BOM TOMAR NENHUMA ATITUDE DE CABEÇA QUENTE MAS NÃO PODEMOS IGNORAR QUE AS EMOÇÕES SÃO UM IMPULSO PARA AGIR/FALAR E NESSE CASO TENHO COMO UMA MÁXIMA DE VIDA, ONDE DEVEMOS BUSCAR UM EQUILÍBRIO. EU GOSTO DE DIZER QUE NINGUÉM É OBRIGADO A ACERTAR, MAS TEM O DEVER DE TENTAR ACHAR O PONTO IDEAL DE AGIR/ FALAR. DEVE SER UMA BUSCA SUAVE SEM CULPA É UM DESAFIO QUE DEVE SER COLOCADO POR NÓS PARA NÓS MESMOS, ONDE O ERRO NÃO É UMA TRAGEDIA MAS UM PARÂMETRO PARA ACERTARMOS EM OUTRA SITUAÇÃO.
    DEPENDENDO DO TEMPERAMENTO, UNS E OUTROS TEM MAIS OU MENOS INCLINAÇÃO A DOSAR SEUS ATOS/PALAVRAS MAS A VERDADE É QUE NÃO PODEMOS FUGIR A ESSA CONDIÇÃO. APARENTEMENTE UNS AGEM COM MAIS ESPONTANEIDADE, MAS EM CERTO GRAU TODOS NÓS ESTAMOS SUBMETIDOS A UM AUTO-CONTROLE. SENDO ASSIM PROPONHO QUE ASSUMAMOS ESSA NOSSA CONDIÇÃO DE CRIATURAS ERRANTES QUE TEM POR SENTIDO DE VIDA, BUSCAR O ACERTO. MAS NADA DE CULPA OU DESESPERO, ALGUÉM QUE SEJA MENOS HÁBIL COM AS PALAVRAS NÃO SE CULPE, É UMA CONDIÇÃO DE TODOS NÓS, PORTANTO TODOS TEM A OBRIGAÇÃO DE ENTENDER A PRÓPRIA BUSCA E A BUSCA DO OUTRO. É CLARO, TODO CAMPO DAS HABILIDADES HUMANAS EXISTEM OS GÊNIOS QUE SÃO AQUELAS PESSOAS QUE NÃO PRECISAM SE ESFORÇAR MUITO PARA ACERTAR MAS COMO BEM SABEMOS, GÊNIOS SÃO EXCEÇÕES.O CHATO DA VIDA DELES DEVE SER QUE PERDEM O DESAFIO DA BUSCA, QUE DA SENTIDO A EXISTÊNCIA.
    NANDA ESPERO TER CONTRIBUÍDO COM ESSE COMENTÁRIO A MAIS ESSA OBSERVAÇÃO SENSÍVEL QUE VOCÊ PARTILHA COM TODOS NÓS EM SEU EXCELENTE BLOG. UM ABRAÇO E ATÉ APROXIMA.

    ResponderExcluir
  3. Olá,nanda a pior coisa, é dizermos as coisas quando estamos de cabeça quente,vulgarmente falando, dá merda!.
    Mas, acredito também, quando estamos represando sentimentos a respeito de alguém, e queremos magoar a pessoa,jogamos tudo que está represado em cima dela,principalmente, se essa pessoa já nós magoou. É uma espécie de ' vingança inconsciente, ou seria consciente?. Mas a raiva é sempre reflexiva...
    Beijos no ♥♥

    ResponderExcluir
  4. Olha, você colocou bem a idéia, de fato é conversando, honesta e abertamente, que expomos nós aos nossos amados (e queridos) toda a nossa ira por algo que eles ou fizeram errado ou deixaram de fazer, ou algo que nos incomodasse, mas não mencionou que os incomodados, os raivosos, os irados, os agressores, e agredindo, em fúria, somos na verdade nós mesmos, inconsoláveis, inconformados com a heresia ou seja lá que ato foi esse feito ou deixado de fazer que tanto nos aborreceu.
    Eu também ajo como você, como todo mundo aliás, e descarrego minha ira nas pessoas das mais queridas, mas é fazendo isso que delas reclamo por não me amarem como eu por elas gostaria de ser amado.
    Vejo isso como ... egoísmo exacerbado.
    E ... se não é... pode ou deve ser, a causa real de toda a ira.
    Nessa hora, na hora da raiva, nós revelamos - também a nós mesmos, o quanto necessitamos da aprovação do outro.
    Um excelente texto o seu, para reflexões.
    Somos nós os irados.
    E não suportamos quem nos agrida.
    Interessante situação.

    ResponderExcluir
  5. bOA NOITE,

    INTERESSANTÍSSIMO!

    SUCESSO, PAZ E PROSPERIDADE!

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!
    A raiva é um sentimento que magoa, adoece e nos faz perder o controle. Também não acredito na honestidade da raiva. Quando estamos assim, falamos o que está engasgado, mas isso nem sempre quer dizer que seja a verdade; Portanto, se vamos falar algo e isso for verdadeiro e honesto, que não seja sob o impulso de um sentimento tão destrutivo. Mas que na hora da raiva é difícil segurar a língua, isso é!
    Abraços!! Parabéns pelo Blog! :)

    ResponderExcluir
  7. já passei por essa raiva.Trabalho em loja,onde passa muito gente,e preciso sempre manter minha mente preparada para clientes que vão te fazer sentir raiva extrema,mas penso que esse trabalho está me ensinando a ter auto controle,pois também já entrei em fúria,e muitas vezes fiquei calado e em outras falei gritando,mas percebi o quanto as coisas se tornam monstruosas,delatam ainda mais!!um ciclo sem fim...!!
    Vamos nos conhecer e aprender uma forma de lidar nessas situações,principalmente pensar antes.Eu quando me vejo com raiva,agora consigo me indagar.Por exemplo,já me indaguei:porque vou ficar com raiva?vai adiantar?vai acabar o mundo?pelo contrario,vou ter possibilidade de mais tarde,ficar com problemas no coração e hipertenso,e ainda mais,vou esquecer o quanto a vida tem para oferecer!!!pensando eu me acalmo...

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.