quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Mini Reflexões no Facebook - Dezembro 2012





Dia 02, Domingo
1.
Li uma matéria hj no jornal falando das redes sociais. Afirmando que no Facebook todo mundo é feliz. Avaliação de sociólogo.

Bom, o que eu achei por aqui foi gente normal, que fica alegre, aborrecido, amargurado, satisfeito, cansado, triste, irritado, gentil, descortês, etc. Às vezes encontro, o que eu acho, um exagero de críticas precipitadas ao comportamento alheio. Um julgamento com rápida condenação do réu. Sem uma apuração mais ampla do assunto. Principalmente se o tema é considerado preconceito ou crueldade.A felicidade que vejo aqui é de pessoas que afinal ficam alegres também com sua vida!
Uma coisa que eu acho chata é a mania de pegar o comportamento de um grupo e generalizar ao restante. Esse tal de "todo mundo". Pensei que os estudiosos da matéria que li tomaram este rumo.


2. 

Outra coisa que eu ouço como uma regra, na visão dos especialistas, a exigência de ser feliz, proibição de se estar triste. Em que grupo social isso acontece? Pois o que vejo são pessoas que alteram constantemente seu estado de humor e ânimo. E descrevem isso.

Este congelamento artificial em um estado mental só, acontece apenas nas propagandas, lá os personagens são sempre ricos, felizes, perfeitos e tudo funciona as mil maravilhas. O produto abre direito, o carro nunca quebra, o sanduíche é sempre vistoso, a mulher lindíssima, o homem forte. Felicidade congelada só vemos em propaganda.

Nem na vida de famosos tudo corre as mil maravilhas. Ficamos sabendo de casos extra conjugais, crises financeiras, problemas de saúde, celulite, gordura localizada, rugas.

Onde será que esses estudiosos estão buscando informação para as suas pesquisas e conclusões?


3.
Ficar numa polaridade só pode ser perigoso, se rejeitamos o outro lado da moeda, claro! Mas suspeitar da alegria comum é um tantinho demais.
É claro que na primeira apresentação ninguém repassa as mazelas de sua vida, isso fica para os mais íntimos e de convívio constante. E eu acho que está certo. Mesmo no Facebook, se vc dá espaço para uma conversa mais profunda fica sabendo do lado B do outro.
Vejo a internet e as redes sociais como uma festa e nas festas ninguém fica chorando miséria. Isso se faz quando a festa acaba e vc está em casa, mas mesmo assim ainda escapa uma coisa aqui e ali. Sinceramente não vejo este imperativo de felicidade. Não sinto as pessoas se obrigando a serem felizes, e sim querendo muito isso e sendo mal orientadas pelas propagandas e programas de tv.


Dia 03, Segunda:
O assunto da vez é a posição do Brasil no ranking de qualidade de educação. E os comentários que tenho visto são de indignação e vergonha.

Pensei, um ranking... É uma situação de comparação, comparação com quem? Outros países? Será a educação um maratonista? Bom, na corrida com outros países estamos nesta posição, quase no fim da fila, isso é o que? Fracasso? E em relação a nós mesmos há alguns anos atrás, melhoramos? Por que tanto interesse numa competição mundial? E se ao invés de ficarmos raivosos como se a "culpa" disso fosse alguém outro que não eu e nos perguntássemos o que podemos fazer pra refinar o intelecto de nossos concidadãos? E já nos parabenizamos pelos avanços conseguidos?

Ficar preso em competição não me parece uma coisa boa. Ter vergonha do posicionamento num ranking parece coisa de futebol e não de cultura. A cultura não deveria ser competitiva. Deveríamos querer ser mais inteligentes por que é bom e não pra passar numa lista. Afinal, uma lista terá sempre as posições mais distantes do primeiro lugar e só por que não é a gente que está lá fica bom?! Abaixo os rankings! rsrs Abaixo as listas! rsrs Elas é que estão erradas, pois inferiorizam os que não estão nos primeiros lugares.


Dia 04, Terça:
1.
Observando-me num estado de frustração:

Aprendi que não gosto de ser contrariada em minhas vontades, tenho pouco jogo de cintura nestas situações. Perco meu equilíbrio interior e alegria quando recebo um não e não consigo acessar a criatividade para mudar o rumo das coisas. Perco energia e tempo. A raiva, em mim, provoca desorientação e falta de criatividade. Instala desgosto e falta de energia.
Descobri que um bom remédio é respiração consciente e a mudança no foco do pensamento. Se estou sendo impedida de fazer uma determinada coisa eu posso criar outra meta.
Vi que preciso ser mais ágil nisso, ainda levo muito tempo no exercício. rsrs


2.  

Temos tendência a ter opiniões projetivas... Se observássemos mais o que dizemos sobre os outros descobriríamos muito sobre a gente.

Dia 07, Sexta:
Dois lados de uma mesma moeda, uma realça a outra, sem uma boa vida nada de uma boa morte.

Dia 10, Segunda:
Paixão pra mim é algo ligado à natureza reprodutiva. Pra reproduzir, não precisamos conhecer bem rsrs Mas algo acontece quando conhecemos bem uma pessoa e ainda assim queremos nos acompanhar dela. Os humanos transcendem à natureza reprodutiva em alguns casos.

Pensando no que disse a Regina Navarro,


Dia 11, Terça:
1.
Educar um ser humano no século XXI é um desafio, pois as regras que antes eram claras, agora são cheias de tons. O que tenho dito a quem acompanho é: estude, leia, escute opiniões, junte tudo e no final ouça sua intuição, o que tem mais probabilidade de funcionar é aquilo que sentimos ser bom para o filho. Todos vão cometer erros e guardada as devidas proporções, eles, os erros, não irão prejudicar a formação de caráter da criança. Cada família uma cultura, nem totalmente certa, nem totalmente errada. O que mais um ser humano precisa é se sentir amado, desejado e importante para os pais, isso constrói uma autoconfiança que dá coragem pra superar obstáculos naturais da vida. Ser rico, famoso, poderoso, genial, não necessariamente é o que faz uma pessoa ser feliz. Sentir-se livre pra expressar-se como sente seu ser é melhor.

2.
...é o que Freud diz. rsrs Este danado de inconsciente, já diz no nome, se esconde da gente, mas envia recado pros outros!

3.
tenho convicção que crença e natureza são conceitos completamente distintos. Mas se confundem em nosso comportamento. A crença é uma ideia implantada, algo artificial que se faz parecer natural. Ela pode servir por um tempo, mas deve ser revista periodicamente. Senão se torna prisão. A natureza é algo que tem a qualidade do essencial, aquilo que é inato, não aprendido, que trazemos no âmago, em algumas situações pode atrapalhar também e deve ser elaborada, como a introspecção de alguém impedindo o se relacionar, por exemplo. Novamente é o apego que pode transformar duas forças colaborativas em empecilho.

Dia 12, Quarta:
Confundimos força moral com destempero. Achamos que uma pessoa bélica é alguém valorosa, pois sabe se defender. Claro que de vez em quando é preciso um posicionamento firme, mas isso pode ser feito em serenidade. Podemos aprender o poder manso e sábio do estado de equilíbrio. E então descobriremos a real força que existe dentro de todos nós.
O destempero é apenas um disfarce do medo. A violência é o sentimento de insegurança e falta de confiança, mascarados.
Podemos ser pacíficos e saber informar os limites sem precisar morder ninguém.


Dia 13, Quinta:
1.
O comportamento violento tem por base o medo. Ao nos depararmos com alguém expressando hostilidade é preciso entender a fragilidade em que este ser se encontra, muitas vezes de maneira inconsciente.
Acredito que a melhor forma de resposta à esse comportamento é o amparo, se este não estiver pondo em risco nossa integridade física.
Quem ataca está com medo, se dissolvermos o medo, acabamos o ataque.


2. 
...e a beleza começa a aparecer em outros formatos de corpo! Será que vamos achar todos bonitos, magros, gordos, pequenos, grandes?... E toda a variedade humana?

Dia 14, Sexta:
Parece-me que a violência se torna mais clara quando as forças que estão em confronto são desiguais. A violência se instala quando há um mais forte dominando um mais fraco, isso no universo humano, pois temos condições de criar maneiras diferente de agir.

No mundo animal, o mais robusto se impõe sem nenhuma condição de injustiça.


Dia 17, Segunda:
 "A Última Música"

Um filme, lacrimoso, mas interessante para dar dicas de como os pais podem lidar com filhos revoltados, mas de boa índole. O livro dá mais detalhes sobre este assunto, pode ser melhor do que ler livros de psicologia... rsrs Contudo o filme dá o tom e pode ser uma maneira interessante de aprender novas condutas eficientes para casos de adolescentes em tempo de rebeldia. 




Namasté!



 

15 comentários:

  1. Nanda, depois volto aqui para ler tudinho, mas a análise de que todos são felizes no face... pra mim é falsa. Tenho visto mais pessoas carentes, carentézimas!!!! Por aqui. Enfim, acredito que o face tenha um perfil de compartilhar coisas boas e não as ruins, como usadas no falecido ORKUT.... As pessoas poderiam a meu ver, entender que alí estamos para uma troca de energia e não fazer do face um muro de lamentaçÕes ou apenas compartilha fotos de pessoas doentes, com traumas pavorosos. Essas coitas temos na vida real, nos jornais escritos, falado e mostrado! Enfim, ser feliz não é aobrigação mesmo! Mas transmitir só o negativo, o desagradável o pesado tb não sou a fim.
    Grande beijo, CON

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida!!!

      Fico contente com sua visita, volte mesmo!!!

      Temos uma tendência de "parcializar" nossas observações. Então a análise que li no jornal caia nesse caminho. Quis mostras mais lados da questão. Vejo o que vc vê também. rsrs

      E concordo que devemos dar atenção maior ao que já fazemos de legal, para que isso seja mais visto e cresça!

      Bjs!!!!

      Excluir
  2. What's up, its pleasant piece of writing about media print, we all be aware of media is a fantastic source of information.
    My website ; sfgate.com

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Pesquisei o seu blog e pude ver que vocês fazem um trabalho bonito e sério.
    Por essa razão sugiro que assistam as previsões de Aline, da Cidade das Pirâmides, para o ano de 2013.
    São três programas imperdíveis. Confiram http://youtu.be/hJV1qZWTtF0 .
    Caso desejarem visitem também o nosso Blog:
    http://deolhonomundoblog.wordpress.com/ Divulguem e falem com Aline!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. I have beеn browsіng online morе thаn three
    houгs today, yet I neveг fοund any inteгesting artісle lіκe youгs.
    It is prеtty wοrth enough for me.
    Ρersonаlly, if all sіte oωners аnd bloggers made gooԁ content as you did, the internet wіll be a lоt more useful
    than ever bеfoгe.

    Alѕο viѕit my blog post :: www.sfgate.com

    ResponderExcluir
  5. Gгeat blog! Is your theme custom made or diԁ you downloаd it from somewhere?
    A theme liκe yοuгѕ with a feω
    simρle tweеkѕ wοuld really mаke my blog shine.
    Pleasе lеt me knοw ωhere you got yοur
    thеme. Тhank yοu

    Alsо vіsit my web blog; V2 Cigs reviews
    my webpage: relevant internet page

    ResponderExcluir
  6. Hello! Ι knoω this is soгt оf off-topic but I had to ask.
    Does building a well-establiѕhed webѕitе like youгs rеquіre
    a lot of work? I'm completely new to operating a blog however I do write in my diary daily. I'd like to ѕtаrt
    a blog so I can easily ѕhare my own exρerіence and thoughtѕ onlіne.
    Please let me know if you have any kind of recommendations or tips for
    new asρiring bloggers. Apρreciate іt!


    my web-sіte just click the following page

    ResponderExcluir
  7. Excellent, what a weblog it iѕ! Thіs blog gives helpful іnformation to us, keep it up.


    My hоmepage ... http://www.sfgate.com

    ResponderExcluir
  8. Нello theгe, I found уour websіtе by means of Goоgle even as ѕеarching for a гelated subϳеct,
    your sіte came uρ, it ѕeеms good.
    ӏ have boοkmагkеԁ it in my google bookmaгκs.

    Hello thеre, sіmрlу wаs aware οf уour blοg
    via Google, аnd founԁ that it's really informative. I am gonna watch out for brussels. I'll аpprесiate should you cοntinue this in
    futurе. Ϻany othеr ρeople will
    likely be benefited out of your writing. Chеerѕ!


    Vіsit my ωeb page: www.instantsitemachine.Com

    ResponderExcluir
  9. Theге is cеrtainlу a great deаl to
    knοw about this topic. I love all the points you've made.

    My blog: yapmoz.com

    ResponderExcluir
  10. I havе read several good stuff here. Certaіnly
    рrice bookmarking foг reviѕiting.
    I surрriѕе how ѕο much effort you place
    to create anу such great informatiνe sitе.


    Feel free to visit my web blog ... http://www.prweb.com/releases/silkn/sensepilreview/prweb10193901.Htm

    ResponderExcluir
  11. Hi, Ӏ ԁо thіnk thiѕ iѕ a grеat
    blоg. I stumbleԁuрon it ;) Ι wіll
    come back оnce аgain sincе I bοokmarked it.
    Mοney and frеeԁοm is the grеаteѕt wаy to change,
    may you bе rich аnd continue to help other people.



    my ωeb blog - Www.sfgate.com

    ResponderExcluir
  12. Thiѕ design is ѕteller! You cеrtainly know how to κeеp a readeг
    entertained. Betwеen your ωit and уour νideos, I was almost movеd to stаrt mу
    own blog (ωell, almost...ΗaНa!) Great јob.
    ӏ rеallу lοved whаt you had tо say, anԁ moгe than that, how you presentеd іt.
    Tоo coοl!

    Fеel fгee to visit mу homеpage
    - Recommended Web Site

    ResponderExcluir
  13. Ηi therе, everythіng iѕ going sound herе аnd ofсourse every one іs sharing fаcts,
    that's actually excellent, keep up writing.

    My blog post visit this link

    ResponderExcluir
  14. Whoа! This blog looκs exactly lіκe my olԁ one!
    It's on a completely different topic but it has pretty much the same layout and design. Superb choice of colors!

    my web blog: sidebest.com

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.