sábado, 1 de novembro de 2008

O SONHADOR



O sonhador é aquele tipo de pessoa que apenas planeja, não executa e quer ter o resultado daquilo que não fez. E se revolta, por não ter. Colocando-se numa posição de vítima, coitado, azarado.
Sua frase predileta é: “Eu não consigo”.
Ele pensa que nada dá certo para ele. Sonha que se esforça, mas não é bem verdade, o que acontece é que ele deseja, infantilmente, ter resultados máximos com esforço mínimo. É aquela pessoa que faz um dia de dieta e quer perder quilos no outro, que quer ver resultado imediato com seu pequeno esforço, que joga tudo para o alto no primeiro obstáculo, e se vê como uma pessoa fraca e fracassada, achando tudo muito difícil e impossível.

Sim, lá no fundo dessa pessoa tem um aspecto que diz: “É impossível” você nunca terá isso; pode tentar e não vai conseguir, isso não é pra você. Então a pessoa se põe numa luta consigo mesma só que dá mais força ao aspecto negativo, pois nossa educação nos faz acreditar mais na realidade negativa do que na realidade positiva. Pendemos freqüentemente para a catástrofe, apostamos na derrota e assim nos sentimos seguros e no controle. Eu não posso me machucar se já espero o pior, o fracasso; usando essa estratégia pensamos que nos ferimos menos; pode até ser verdade, o problema é que criamos uma barreira para o sucesso, podemos até ter uma certa vitória, mas não completa. Com o mecanismo de segurança metade da realização se esvai. E como nós, na maioria, nos sentimos inferiores, o que acontece é que essa maioria, no resultado final da equação, fracassa totalmente. Uma pequena parcela tem um sucesso “meia bomba” e 0,001% da população mundial existe plenamente, tem sucesso, não só material, mas existencial principalmente.

Na verdade o mundo é dos sonhadores, aqueles que querem, mas não conseguem. Vivem frustrados, amargurados, infelizes. E aí se revoltam. Uns criam depressão, ataques de ansiedade, transtorno obsessivo compulsivo, síndrome do pânico e por aí vai. Outros viram bandidos, tirando de quem conseguiu algo, o que eles acham que lhes faltam. Esse bandido pode ser o que assalta na rua, ou aquele cidadão que superfatura um produto ou serviço, que paga mal ao seu funcionário, que embolsa dinheiro que não é seu, que fica tentando levar vantagem rápida em cima do outro( que ele sonha que conseguiu mais, portanto tirou dele).

No fundo o sonhador é preguiçoso, ele quer com o mínimo esforço ter muito, só que nessa dimensão em que vivemos o buraco é mais embaixo, é uma dimensão de tempo e esforço, é preciso persistência paciência e empenho para materializar qualquer coisa, desde reputação a uma casa, por exemplo. Onde não preciso disso é na dimensão astral na qual o pensamento materializa quase instantaneamente. Aqui temos um atraso, pensamos hoje materializamos alguns anos depois.

O sonhador ainda atrasa mais esse processo; pois ele pensa hoje, começa a fazer amanhã e depois de amanhã desfaz tudo, achando que não vai conseguir, então começa tudo de novo e por aí vai, dando dois passos para frente e um para trás. Ele anda, mas parecendo uma lesma, duvidando, retrocedendo, tendo resultados insignificantes. Ele fica muito revoltado, mas não adianta reclamar só ele mesmo pode mudar sua vida. Mas o que é pior, nesse momento ele sonha com um salvador, alguém que vai livra-lo de toda a agonia num estalar de dedos, pode ser alguém, uma situação, ou mesmo deus: o grande salvador! E ele tenta, tenta, espera, espera... e... NADA!

Então ele se revolta por completo e nega a vida dizendo que não há nada no mundo que preste, ninguém que valha a pena, até deus o abandonou ele está só, aniquilado, completamente derrotado.Neste momento o sonhador pode acordar ou cair num sono mais profundo: a morte psíquica.

Se ele acorda, começa a assumir responsabilidade pela própria existência e felicidade. E vai pelo único caminho que pode realmente salvá-lo, o autoconhecimento seja lá por que método for (psicoterapia, religião, mestre espiritual).

Se ele cai num sono mais profundo ele experimenta a única morte possível a morte em vida, aquela que nos tornamos zumbis, semi vivos com um fio de respiração mas sem prazer nenhum, nada é bom, tudo é tédio eterno e até deseja a morte física achando "materialistamente" que tudo acaba aí. Não pensamos: E se a morte física, a decomposição do corpo não for o fim total? Já pensou viver eternamente mudando de corpo e vazio por dentro? Acorde antes morra para idéias ruins isso é solução, deve sim existir uma morte, mas ela não deve ser física, ela deve ser mental, morra para o sonhador, ressuscite para o realizador e depois para o não fazedor, aquele que se liberou, ele não age mais ele é “agido”, o universo faz você só deixa, não há esforço aí, só há prazer e plenitude.

Repense o modelo do sonhador, ele só traz insatisfação, verifique quando você se coloca nessa situação, responsabilizando todos e tudo por aquilo que você não consegue. Na verdade o único responsável é você. Se conseguir o mérito é seu, se não conseguir também é. Assuma responsabilidade e poder em sua vida. Mude seu pensamento, sua crenças, questione o que lhe ensinaram como verdade absoluta. Faça perguntas! Não acredite em tudo que lhe ensinaram como verdades da vida até hoje. Rebele-se e não se revolte. Comece a pensar: E se eu fizer diferente? Quase como se fosse um cientista da vida, um desbravador de idéias.

Pergunte: E se eu assumir a responsabilidade sobre não conseguir o que quero? O que acontece? Talvez seja apenas a estratégia que não serve para você. Ache a sua forma de materializar planos. E não se esqueça na dimensão material devemos contar com o tempo, pensamos hoje, realizamos, às vezes, anos depois, mas quanto mais você domina seus pensamentos mais fica rápido e fácil.

Dominar seus pensamentos é ser senhor de si. É poder escolher aquilo em que sua mente vai se focar é ser o condutor da sua mente e não ser conduzido por ela. Como estamos, nós somos servos da mente, ela pensa nós executamos. O contrário é você está no comando e a mente ser um instrumento poderosíssimo de materialização terrena. Experimente domar a mente, experimente escolher o que pensa e acredita. Você pode! Você não é menor que a mente. É só aparência. Não se iluda mais! Você não é escravo da mente e dos instintos, não acredite mais nisso.

Decida: Eu quero acreditar que eu sou o mestre de minha mente. Eu quero acreditar que posso manifestar, através do pensamento e da persistência qualquer coisa que eu imaginar (boa ou ruim), sou eu que materializo em minha vida. Eu posso!

Esse pode ser um início, um despertar. Não pense que amanhã tudo vai ficar diferente, isso é coisa de sonhador. A semente que se planta hoje, dará frutos com certeza se for cuidada e tiver tempo necessário para se desenvolver.Não plante com fome, esperando se alimentar desse fruto agora saiba esperar e cuidar.

Não se preocupe, sua fome será saciada. Confie. O universo sempre cuida de você, se você não atrapalhar com sua falta de fé. Foi o universo quem criou você ele tem poder para lhe manter, se você fizer sua parte e deixar de ser sonhador.

Namasté!

Leia Também:

2 comentários:

  1. Se sonhar é querer, não quero sonhar, pois o sonho está além da realidade..

    A pousada dos sonhadores

    Na recepção um sorriso de felicidade ao vê-la chegar, ela estava deslumbrante e linda se aproximando passo a passo para perto de mim, em cada passo eu sentia o seu calor e ela se tornava mais bela, temperando o meu olhar com um toque especial de mulher faminta de curiosidade.

    - Seu vestido é lindo e combina com o seu batom, que deve ter um sabor especial de morango e esse pingente vermelho entre seus seios deixam-nos mais corados. Um H detalhado e esculpido à mão por algum artesão hábil num trabalho especialmente feito para você, pois formam uma parceria perfeita de beleza se acomodando carinhosamente nos relevos dos seus seios.

    Ela atravessou a porta, se aproximou e penetrou no meu coração, me deixando sem ação e eu fiquei sem palavras olhando penetradamente em seus olhos escutando ela perguntar:

    - Como você pode estar aqui, se eu te deixei para trás?

    - Eu sou o cavaleiro dos sonhos e te guiei para cá, invadindo seu sonho, te buscando em seu mundo fechado e distante para conhecer o meu. Agora que está aqui em minha frente, ao alcance dos meus braços, não tenho coragem de tocá-la.

    - Que lugar é esse?

    - Seja bem vinda à pousada dos sonhadores, onde os amantes dos sonhos caminham livres em seus devaneios, livres em suas ilusões e fantasias sem serem importunados pelo mundo real.

    - Você é real ou está apenas no meu sonho?

    - Depende de você. Qual é o seu sonho?

    - Ainda não sei, estou vagando nele há tempos e não consigo defini-lo, porém toda vez que sonho encontro você. Qual é a chave para entrar nessa pousada, pois estou aqui e não sei como entrei?

    - A chave é sonhar e nesse momento você está sonhando. Você foi sequestrada pelo cavaleiro dos sonhos e trazida para cá por sua livre e espontânea vontade, pois inconscientemente seguia aquele cavaleiro galopando com sua camisa aberta em seu cavalo branco e atravessando as barreiras da realidade para alcançá-lo e sonhar com ele.

    - Será que você faz parte mesmo do meu sonho?

    - Os sentimentos dos sonhos estão nas palavras, no olhar e no desejo envolvente da vida e se eu estou no seu sonho é porque você me deseja, nem que seja apenas para ficar ao seu lado um pouquinho e enquanto você sonhar comigo estarei galopando ao seu lado nos seus sonhos, porém se isso deixar de acontecer, estarei impossibilitado e descartado dos seus sonhos, seria impossível encontrá-la na pousada dos sonhadores.

    - Então vamos sonhar. Vem comigo!

    Tocamos-nos e tudo foi se transformando aos poucos, como se os seus olhos estivessem fechando e penetrando num sono profundo, se entregando e abandonando o mundo real. Onde era pousada, agora é um mundo secreto. Para entrar tem que ter a chave e a chave é o sonho onde poucos conseguem caminhar.

    Corremos para o sonho e o mundo real não consegue mais nos enxergar. Como é triste não conseguir sonhar e sem o sonho é impossível abrir a porta da pousada dos sonhadores.

    Sonhar é gostoso e faz bem à saúde. Tente!

    Paulo
    Zip...Zip...Zip...ZzipperR
    Um sonhador que o sonho levou embora...

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.