segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Estudo de Si


O primeiro passo é sempre a observação. Como cientistas devemos nos educar em nosso mundo interior descrevendo, sem julgar, as emoções perturbadoras. Constatando-as e limpando-as como se faz numa sala desorganizada.

Conhecer de perto as emoções que nos perturbam é o começo da transformação.

Para permanecer limpando é preciso força de vontade, persistência. O estudo de si mesmo leva tempo e nem sempre é uma ação simples. É preciso repetir o exercício muitas vezes, algumas sem aparente sucesso. Mas com o tempo aguçamos nossa percepção sobre as coisas que nos trazem transtornos na mente e sobre nossa própria natureza.

Este exercício resulta em contentamento, que é um estado mental de perene, e calma, alegria, independente do a acontece externamente, e um desapego ao resultado, entregamos cada ato à uma vontade maior que nosso ego.

É o começo do reencontro com sua real natureza, que foi encoberta ao longo de sua existência. É um caminho que vale o esforço. Para mim não existe riqueza maior que a paz encontrada nele.

Namasté!

3 comentários:

  1. Nanda,

    Quando comecei a me olhar para dentro, eu comecei a crescer de verdade.

    Boas Festas!


    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda!!!

      Este é o resultado da viagem interior!!!

      Boas festas pra vc também!!!

      Excluir
  2. Que o Natal seja mais um momento em que todas as pessoas acreditem que vale a pena viver um Ano Novo. Boas festas, abraços de muita luz e paz! :)

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.