sexta-feira, 27 de março de 2009

A Auto Estima um Bem Essencial


Rosette Poletti e Bárbara Dobbs
Tradução de Stephania Matousek
Petrópolis, RJ: Vozes, 2007
Coleção Práticas para o Bem Viver
ISBN 978-85-326-3555-6
Copyright 1998


Este pequeno livro escrito por duas enfermeiras francesas enfoca um tema, para mim, central na saúde emocional. Parece simples demais, mas acho que a falta de auto estima é a raiz de vários problemas mentais.

Elas começam o livro com a estória da águia que foi criada como galinha, do folclore indígena americano, e transferem para a nossa criação. Somos pessoas com um potencial enorme, criadas com a ideia de que não somos lá grandes coisas, temos o potencial de voar alto, mas vivemos grudados no chão.

O livro é bem objetivo e dá o conceito de auto estima, como ela é criada, seu desenvolvimento e a importância do ambiente e dos pais. E também como aumentá-la no adulto. Está muito bem organizado e fácil de estudar, dividido em quatro partes: Conceito, Fonte de auto estima, Desenvolvimento no adulto e Instrumentos para melhorar a auto estima. Esta última parte contém sugestões de como aumentar a auto estima através de afirmações e desapego de comportamento negativo, ajudando a criar uma visão positiva de si mesmo.

Gostei de tudo, só senti falta de um enfoque na personalidade da pessoa, termina que quem lê o livro, pode ficar com a idéia que a baixa auto estima só é criada através do ambiente e criação, no que eu discordo, penso que há um forte peso da própria maneira de enxergar o mundo. Acredito que esses dois fatores contribuem para a manifestação da falta de auto estima.

No mais, achei um bom livro, fácil para aprender rapidamente, algo tão precioso para a vida de cada ser humano e da coletividade. Parabéns para as autoras.

Boa leitura!

4 comentários:

  1. Não sabia nao...vo procurar ele na biblioteca....

    abrços

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela dica!

    Não se esqueça hoje da hora do planeta...

    Eu vou dar o meu voto. E você?

    Abraços,
    Fatima

    ResponderExcluir
  3. OI NANDA,
    ESTE ASSUNTO MUITO ME INTERESSA, POIS CONCORDO QUE A BAIXA AUTO ESTIMA É A RESPOSTA PARA TODAS AS NOSSAS ANGÚSTIAS E TRISTEZAS DE VIDA...SÓ QUE FIQUEI CURIOSA COM SEU PENÚLTIMO PARÁGRAFO ONDE VOCÊ FAZ A CRÍTICA AO LIVRO DIZENDO QUE ESPERAVA QUE AS AUTORAS ENFOCASSEM, ALÉM DAS QUESTÕES AMBIENTAIS E DE CRIAÇÃO, A QUESTÃO DA PERSONALIDADE: "HÁ UM PESO FORTE DA PRÓPRIA MANEIRA DE ENXERGAR O MUNDO ALÉM DO AMBIENTE E DA CRIAÇÃO". GOSTARIA QUE VOCÊ DISCORRESSE MAIS SOBRE ISSO VISTO QUE ATÉ ENTÃO EU SÓ HAVIA PENSADO NAS DUAS PRIMEIRAS E COMO ESSE ASSUNTO PRA MIM É VITAL, FICARIA GRATA COM MAIS INFORMAÇÕES...
    NAMASTÉ

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.