quarta-feira, 19 de agosto de 2009

O que é raiva?




1- A raiva é uma emoção humana normal
2- A Raiva não é um estilo de comportamento
3- A raiva crônica é um grande risco para saúde
4- É preciso aprender a desarmar a raiva antes que ela se manifeste
5- Quando sentir raiva, que seja de forma eficiente e voltada para a solução, não para a vingança.

Fonte: Como se tornar confiante e assertivo, Robert E. Alberti.


Acredito que para desenvolver gentileza e coração brando, temos antes de domar o cavalo xucro que existe em todos nós. Domesticando essa força podemos usá-la a nosso favor, como energia e vigor para a ação do bem e da gentileza.

Dei um conceito, para ir desmistificando essa emoção que tanto nos dá medo e que aprendemos desde cedo a reprimir, como algo indesejado. Vamos amar a raiva e que a energia do amor a transforme em força vital!


E você, como lida com essa emoção?

Leia Também:
Dia Mundial de Cooperação
Dias Comemorativos
Pensar para Realizar
É Bom Fazer o Bem

19 comentários:

  1. Eu fico com raiva da raiva... Mas depois que passa, consigo depurar td e transformar em crescimento.

    Bsssssssssss FE

    ResponderExcluir
  2. Amiga, tudo o que começa com raiva, acaba em vergonha.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  3. como você mesma disse a raiva é sentimento normal, por isso, temos que lidar com esse sentimento normalmente, buscado os motivos de sua existência em determinado momento de nossas vidas....

    ResponderExcluir
  4. Raiva é realmente um sentimento que arde. Faz mal, sim, mas ainda a considero mais saudável que o ódio, que de sua frieza consome o espírito de quem sente. A raiva ao menos é exposta, vai pra fora, e pode no máximo render um colapso nervoso ao raivoso que se exceder.

    Grande postagem, adorei o texto.

    ResponderExcluir
  5. Gostei do post, bem "clean", mas objetivo, claro!
    Não sei definir o que é raiva para mim, por vezes, me sinto irritada com a ignorância, com a falta de seriedade, com a irresponsabilidade...mas raiva, raiva aquela de perder a razão e sair "dando porrada", não sei...talvez, eu seja "raivosa" por natureza, mas seja uma raivosa mansa :) :)
    Na verdade, acho que o estresse, a barafunda em que vivemos nos tornaram um pouco mais, digamos, agitados...é preciso desarmar, aos poucos, esta bomba relógio, senão o coração, o cérebro cobrarão um preço alto.
    abçs :)

    ResponderExcluir
  6. É importante aprender a não esquentar facilmente com as coisas. Senão piramos! Não podemos e também não é bom reprimir um sentimento,mas ao sentí-lo podemos buscar sempre o lado bom das coisas. Acho que devemos treinar isso mesmo, a enxergar o lado bom das coisas. Dá um alívio ter raiva e perceber : é,podia ser pior.

    euheueheu!
    beijo.

    ResponderExcluir
  7. A raiva prá mim é perfeitamente controlável qdo não pisam no meu calo, ou não mexem com aquilo que é meu...
    Sou daquele tipo:
    "Dou um boi prá não entrar numa briga,mas dou uma boiada prá não sair dela!"

    No mais sou calma...

    bjão

    ResponderExcluir
  8. Nanda,

    Fui criada na tradicional Igreja Presbiteriana, e desde muito cedo fui incentivada por meus pais a não expressar minha raiva, etc e tal...

    Hoje, penso diferente...Já não engulo minha raiva, para não adoecer.

    A maior parte do tempo consigo controlar este sentimento de forma a não magoar os outros, mas nem sempre consigo...

    beijocas, linda!
    Adoro os temas que aborda por aqui!

    neli

    ResponderExcluir
  9. Não gosto de sentir raiva porque essa emoção mantém a quimica do cerebro em cosntante desequilibrio.... Gasta´se muita energia.
    Melhor é não alimentá-la!!!

    Bjuss amiga querida!!!

    Alôha!!

    Hod.

    ResponderExcluir
  10. É uma longa aprendizagem, o tentarmos não deixar que a raiva se apodere de nós.

    ResponderExcluir
  11. Xará:(F.Medeiros)
    Muito bem, é essa a proposta!
    Só não precisa ficar com raiva da raiva, se vc consegue já transformá-la!
    Bjão!


    Príncipe:
    é verdade, as ações raivosas não terminam bem, por isso é bom transformar a emoção antes de agir!
    Abraço forte!


    Ana Lúcia:
    Isso! Faz parte do corpo sentir raiva,e a mente pode ajustá-la para o bem!
    Bjão!


    Pensador Louco:
    O ódio está num grau maior que a raiva e pode sim, já ter uma frieza de ação.
    Ambas precisam ser transformadas!
    Obrigada!
    Bjão!


    Elaine:
    Oi amiga twiteira!
    É verdade a raiva pode ser expressa em no mínimo 2 maneira: Explosiva e Passiva, vc faz parte da 2ª, mas é preciso prestar atenção também.
    Raiva é uma emoção que todo mundo sente, a forma de expressar é que fica diferente.
    Bjão!


    Emily:
    Garota velha!
    Concordo com tudo!
    Vê o lado construtivo das coisas é minha bandeira!
    E acho que dá alívio mesmo!
    Bjão!


    Myllovisky:
    É justamente aí que vc precisa aprender a conduzir seu comportamento, quando pisam no seu calo.
    Mas isso leva tempo mesmo!
    Vc está melhor?
    Use esse sentimento de raiva quando estiver triste! Ele levanta a gente, quando sabemos usar!
    Bjão!


    Nelisinha:
    Essa nossa criação religiosa na tentativa de nos educar reprimiu!
    Não engula, transforme!
    Essa é uma boa atitude, tentar não machucar os que estão por perto!
    Obrigada!
    Bjocas!


    Hod:
    É memso! Desequilibra bonitinho!
    Concordo com vc, mas quando ela vem o melhor é conduzi-la para a transformação!
    Aloha!


    Antônio:
    Uma longa e proveitosa aprendizagem. Inclusive acho que esse é um dos critérios da humanidade para mim!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    A raiva é um sentimento terrível que muitas vezes pode gerar tragédias. Mas, é fundamental saber se controlar e rever essas situações para que não se realize atos irracionais que trarão consequências desastrosas.

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  13. Postagem que veio em hora certa..preciso tanto muda essa minha raiva,,,tem hora que descontrolo sem saber.....

    bjosss

    ResponderExcluir
  14. Francisco:
    O pior da raiva é o comportamento gerado por ela, se a conduzirmos melhor o comportamento não será destrutivo.
    Abraços!


    Philip:
    Muito bem! Como vc é jovem isso vai ficar um pouco mais difícil, por conta do natural descontrole da idade, mas acho legal vc já ir treinando, quando estiver mais velho vai realizar melhor esse auto controle!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  15. ihhhhhhh..por mais normal que seja este sentimento, não o recebo bem. Não reajo legal quando sinto raiva, sou uma pessoa bastante reativa e por essa razão tenho tendência a extravasar de uma forma nãomuito saudável !!

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. M.Nilza:
    É por isso que devemos conhecer a raiva melhor, para podermos domesticá-la.
    Precisamos para de ter preconceito com ela para que se transforme numa energia criadora!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  17. Olá Nanda

    sou estressadinha também,principalmente quando no auge da minha TPM.Mas não consigo ficar c/ raiva de ninguém por mais muito tempo .Sou de roupantes depois, paro ,analiso e digo a mim mesma - ,Meu deus não vale a pena! e passa...

    beijos no coração

    ResponderExcluir
  18. Rô Castro:
    É muito bom!!!!
    Esse é o exercício que estou sugerindo!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.