sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Aquilo que sai da Boca



A @FLORALBELA sugeriu um tema:

“Gostaria que você falasse da “palavra””

Vamos lá, achei interessante, pois este tema é a ferramenta de meu ofício, eu trabalho com a palavra. Elaboramos nossos pensamentos e emoções por meio dela. E muitas vezes é ela que nos causa perturbação. São nossos mal entendidos e interpretações próprias do que o outro fala que nos fazem sofrer.

Muitas mágoas são provocadas por palavras ditas e entendidas erradamente. Os indianos dizem que é preciso ter muito cuidado com ela, pois depois que é jogada ao vento não tem volta. O silêncio é considerado muitas vezes mais valioso e mais sábio por eles.

Mas a palavra bem usada cria beleza e emoções positivas, encanta e conforta. Às vezes só precisamos de uma frase, outras nem um discurso inteiro é capaz de mudar nosso rumo. A palavra é considerada uma arma que tanto liberta como aprisiona. Faz revoluções, é invólucro de ideias.

Nossa cultura nos dá overdose de palavra escrita e falada, às vezes sem nos dar tempo para digerir. Alguns dizem que é a palavra que nos faz quem somos; humanos. O que sei é que nos dedicamos pouco à arte da boa fala, somos desleixados, na maioria das vezes, com nosso vocabulário e ainda subutilizamos esse instrumento.

Como já disse ela é o meio em qual eu trabalho, eu a uso para reformular conceitos que muitas vezes atrapalham nossas vidas. Para mim ela, em combinação com o silêncio, pode fazer de nossas vidas um paraíso.

E você como vem usando essa ferramenta? A seu favor ou contra você? O que tem saído de sua boca lhe enriquece e ao meio em que vive? Tem sido muito econômico ou exagera na dose?

Namasté!

Leia também:
A Difícil Arte de Dizer Sim e Não
Silenciar
Calar faz Bem?

4 comentários:

  1. olá ,nanda

    É verdade temos que ter muito cuidado com as palavras .Eu costumo falar, às vezes sem pensar ,isso causa alguns constrangimentos, por dizer exatamento o que penso e sinto..e exagero na dose ,talvez por isso tenho estado ultimamente mas reservada quanto a isso..

    beijos no coração

    Rosana ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir
  2. Rô:

    Olha! O google deixou vc voltar!!!!
    Bom ver sua fotinha de novo!
    Como vc sabe somos quase gêmeas...rsrs então tenho o mesmíssimo problema.
    Mas continuo no treino da palavra eficiente, um dia chego lá, e se não chegar, valeu a intenção! rsrsr
    bjão!

    ResponderExcluir
  3. Faço minhas as palavras da Rô Botelho... A maior parte de meus desentedimentos é por causa da palavra não pensada... Às vezes penso que deveria ter nascido muda!!! Rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Ana:

    Vc quase acertou a Rô já faz parte da família, por afinidade! rsrsr
    Achei ótimo vc juntar nós duas! ( Rô Castro - Nanda Botelho)
    Nós três precisamos treinar o silêncio para aprender a usar a palavra eficiente! Bjão!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.