sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Ser ou não Ser



Xavier Guix
Tradução: Carolina Caires Coelho
São Paulo: Ciranda Cultural, 2008
187p



O autor é um terapeuta espanhol e traz neste livro questionamentos inspirados na filosofia, para o enfrentamento e desfrute da vida cotidiana. Ele aborda áreas como casamento, trabalho, nossa relação com o tempo, o próprio processo de crescimento pessoal.

Questiona muito nosso estilo de vida atual, a nossa época cheia de conflitos, mudanças e desorientação. Nossa forma de existir competitiva e narcisista. A adoração da auto-imagem e como valorizamos o dinheiro.

Tem quase um mantra que ele repete do início ao fim do livro: “vivemos melhor à custa de nos sentirmos pior” acho que este é o ponto central, a grande questão! Porque estamos aí, o que nos fez escolher este caminho? E como acordar e escolher outra coisa?

Um dos capítulos que gostei mais foi o que fala sobre relacionamento amoroso “Saturados de amor, incapazes de amar.” No qual o autor questiona os papéis dos amantes, a forma de amar (na era da internet), as dificuldades no conviver, a supervalorização da palavra amor e seu esvaziamento, o vazio afetivo no qual nos encontramos.

Mas principalmente Guix avalia nossa era, seus pontos fortes e limitações. Fazendo com que comecemos a nos perguntar sobre o que realmente é importante.

Boa leitura!

Leia também:
A arte de viver
Mulheres descartáveis
Felicidade autêntica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.