sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Um “Não- método”





A psicoterapia pelo “não-método” da ACP (Abordagem Centrada na Pessoa) é mais que um processo terapêutico, é uma experiência orgânica, uma troca de vivência entre aquele que está no papel de terapeuta e o que está no papel de cliente. Sim, cliente, pois na ACP não tratamos o outro como paciente, um ser que apenas recebe os curativos de um profissional. O cliente é um ser responsável pelo seu desenvolvimento, pelo seu crescimento e bem estar ele é ativo em todo processo, podendo se opor e questionar o profissional.

A ACP faz um trabalho em conjunto, uma equipe de pelo menos dois, lutando pelo mesmo objetivo, o bem estar e amadurecimento pessoal, tanto do cliente como do terapeuta, que se coloca como pessoa na relação. A abordagem é chamada de Centrada na Pessoa, justamente pelo fato do foco estar no desenvolvimento das pessoas envolvidas.

Para isso é preciso que o profissional deixe crescer em si três aspectos: Congruência, Aceitação positiva e Empatia. Parece simples, fácil e tolo, sem teorias mirabolantes, mas são três aspectos que se verdadeiramente instalados numa pessoa, tem o poder de curar outra. É quase como um remédio para a alma humana.

Portanto a ACP é mais que uma técnica ou teoria, é um estilo de vida que auxilia no desenvolvimento do ser para seu pleno funcionamento. Para ajudar a se tornar quem ele verdadeiramente é. E neste ponto acredito que a ACP se alia as abordagens do Reiki e da Terapia Floral, que atuam no corpo energético-espiritual, o real ser dos humanos.

O Reiki e o floral, não são técnicas psicológicas, mas os acrescentei ao meu trabalho, porque a minha forma de ver o ser humano inclui o espírito. A ciência ainda não pode estudar o espírito, por isso a Psicologia não as acolhe.

Estas técnicas estão relacionadas ao corpo energético estudado pela filosofia oriental (Chi e Prana) fluido que vivifica o corpo físico. Seu equilíbrio gera saúde, assim como a doença é fruto de sua desarmonia. No Reiki a harmonização é feita pela imposição das mãos e no Floral pela ingestão de gotas de água cuja impressão energética da flor está colocada, assim inspirado na homeopatia. Seu criador o Dr. Edward Bach dizia ser os florais uma evolução desta.

Tive experiência pessoal com as três formas de tratamento (ACP, Reiki, Florais) tendo ótimos resultados, esse foi um dos motivos que me fizeram usá-los profissionalmente. Confio no poder curativo dessas abordagens, portanto as uso no auxílio à pessoa em sofrimento psíquico.


Namasté!

Veja mais em:
Terapia




12 comentários:

  1. Olá Nanda!
    Gostei da matéria, é sempre bom conhecer novas técnicas para e sentir e viver o bem estar.
    Tenha um abençoado agosto e bom final de semana!

    Quero lhe convidar para que leia ‘O casamento de seu Turíbio’ no http://jefhcardoso.blogspot.com

    “Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia” (Jefhcardoso)

    ResponderExcluir
  2. DIA 9 próximo vamos promover uma COLETIVA em homenagem a ROLANDO PALMA, nosso companheiro do ENTREMARES, e TERTÚLIA VIRTUAL. Participe e divulgue. Mais detalhes na Central de Relacionamento da TERTÚLIA VIRTUAL

    http://tervirtual.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Jeferson:

    Obrigada!
    A técnica nem é tão nova, mas um pouco desconhecida...
    Bjs!



    Eduardo:

    Obrigada pelo convite!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nanda! Fiquei feliz quando vi em meu blog que você havia achado interessante minha abordagem sobre epilepsia. Tentei trazê-la para um conto cheio de momentos cômicos, porém o leitor sabe que ela em si nada possui de cômica. É uma dura realidade, contudo, em meu texto, abordada num contexto fictício, porém com toques de realidade. Obrigado por sua atenção e um grande abraço!
    Obs. Estou pedindo aos amigos para que divulguem em suas redes sociais o meu conto dos casamentos, tenho pretensões para ele, preciso de comentários “O CASAMENTO DE SARAH” http://t.co/miEZ9m7 Posso contar com sua divulgação? Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Jeferson:

    Realmente achei muito boa a forma de divulgar o conhecimento sobre epilepsia.
    Desejo sucesso aos contos, e farei o que puder, não sou muito boa em divulgar, não passo muito tempo nas redes sociais, porém retuitarei. rsrs
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Foi bom estar aqui. Sensacao boa essa saber que ha gente que pensa e escreve melhor do que a gente. Es decerto um impulso para eu emendar-me!

    ResponderExcluir
  7. Miller:

    Nossa! Obrigada!!
    Eu não sei se faço algo melhor que alguém... rsrs Mas sei que faço com gosto e compromisso. Estou dando o meu melhor.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Nanda:

    Com certeza! Nao duvide das suas habilidades. Ja agora passo a seguir o seu blog.

    A kim gostou do seu e.mail que a fez lembrar que deve produzir mais artigos. rsrsrs. Ela faz um tempao que nao escreve la.

    Um beijo para si e sua familia!

    ResponderExcluir
  9. Muito legal, Nanda. Não conhecia a técnica do não-método e gostei bastante.

    Abração, é sempre um prazer vir aqui aprender coisas novas. :)

    ResponderExcluir
  10. Miller:

    Obrigada, duplamente!
    Fico contente que sua esposa tenha apreciado minha visita e comentário. Espero ler brevemente algo novo produzido por ela!!!
    Bjs para vc e Kim!



    Pensador Louco:

    Ela é pouco conhecida mesmo, infelizmente... Mas é excelente!
    Fico contente com sua visita sempre!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Nanda,boa noite
    Excelente matéria essa a sua, apesar de obviamente não ser, e de longe, a minha especialidade e consequente conhecimento, mas pelo que li demonstra ser de conhecimento e convicção que voce tem e transmite. Acho que como na engenharia, na sua área a evolução é constante, novos métodos surgem , em razão da própria evolução do ser humano x os seus problemas atuais!
    Parabéns e sucesso a vc!
    Aristides

    ResponderExcluir
  12. Aristo:

    Obrigada!
    Sim, este não é um método tão novo, mas é juvenil na história da psicologia e pouco conhecido. Mas acredito que é muito potente!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.