sexta-feira, 20 de maio de 2011

Manual de mães e pais separados


Marcos Wettheich
Rio de Janeiro: Ediouro, 2006
165p


O engraçado desse livro é que não foi escrito por um psicólogo, nem um advogado. O autor que é um empresário e um “especialista em aprender”, decidiu escrever o livro depois de muito escutar amigos dizendo que sua experiência de separação era um caso raro de sucesso.

Perguntando-se porque tinha sido assim ele percebeu que tinha um relacionamento saudável com a “mãe de seus filhos” e isso fazia tudo ficar mais fácil. E como ele conseguiu isso? Negociando com bom senso.

Ele usou estratégias de negociação aprendidas na vida profissional e isso não quer dizer que usou artimanhas para levar vantagens, pois essa é uma ideia errada de negociação. O objetivo deve ser sempre o bem-estar e felicidade dos filhos. Então ele dá dicas de como tornar o processo pacífico, possibilitando ao casal a visão de caminhos sensatos.Desfazendo mitos, ensinando a tomar decisões, acabando com a culpa e principalmente ensinado a negociar, usando a razão e o desejo de que os filhos fiquem bem. Ele sugere que o livro fique de apoio e desculpa para sugestões e propostas. É como diz o título um guia, uma dica de rota, menos acidentada, para seguir. Um facilitador.

Costumo dizer que não é a separação dos pais que “entorta” a cabeça das crianças, é o comportamento descontrolado e vingativo de “adultos” infantilizados. Quando esses adultos são bem apoiados e recebem doses de bom senso, uma separação se torna apenas mais uma experiência de vida; dolorida, mas com possibilidades de amadurecimento para todos.

Boa leitura!

Leia também:
Apresentando a Namorada
A História de nós Dois

5 comentários:

  1. Vim deixar meu abraço super gostoso a você..
    Um abraço transmite emoções na trocas de carinhos e afetos.Compartilhamos alegrias, sentimentos, amenizamos as tristezas, demonstramos carinhos e amizades, damos amor.. Expremos sentimenso que somente nossos coração conhece.
    Feliz dia do Abraço para Você.
    Muito obrigada por ser meu amigo virtual tão especial. Carinhosamente,
    Sandra

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Visitando seu cantinho da reflexão,há algum tempo que não visito, e saudades!!. Sobre o texto tudo depende de grau de amadurecimento das pessoas envolvidas o que mais vemos por aí, são adultos com comportamento infantil!

    ResponderExcluir
  4. Ah, esqueci

    Beijos no coração!! ♥♥♥♥ Saudades não a vejo mais no TT nem no facebook!

    ResponderExcluir
  5. Sandra:

    Obrigada pela visita e por se lembrar de mim neste dia!!!
    Bjs!


    Rô:

    O bom de estar infantil é que podemos, com esforço, amadurecer...
    Uma separação não precisa ser uma guerra!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.