segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Elogios...





Lendo um texto no blog Pretextos-ELR do Eduardo Lara Resende, fiz um comentário que mais parecia um texto, então pedi permissão para publicar aqui.


O texto fala sobre elogio, afirmando que este foi substituído "pela indiferença e até por agressões".
Bom, quem quiser ler o texto dele é só clicar A galinha e os ovos eu recomendo!




Aqui vai meu comentário:


Concordo que algumas de nossas facetas destrutivas estão mais evidentes agora. elas não passaram a existir neste momento, estavam só escondidas por uma repressão antiga, nosso medo do inferno milenar.


Parece que perdemos o medo, então estamos desvairadamente mostrando e é assustador mesmo!


Bom, a partir daí, eu penso que isso é bom... Ou tem algo de bom nisso, pois acredito que mudança real só acontece quando cascavilhamos tudo não escondemos nada, é uma ponto de virada,a partir de agora é possível uma verdadeira bondade, sem ser fruto de uma repressão de uma medo.


Elogio eu acho bom, chega de críticas, estamos nos afogando em baixa auto estima pois só o que fazemos é apontar erros e falhas, queremos sempre ser melhor, então partimos do princípio que somos uma porcaria...


Podemos aprender, com o tempo, a enxergar verdadeiras qualidades para elogiar, neste instante ainda não, mas em alguns séculos talvez seja possível.


Tenho um exercício que faço sempre, procuro algo na pessoa digna de louvor e escolho dizer isso ao invés da crítica, mesmo o mais equivocado ser humano faz coisas boas também!


Outra coisa; quando caio no comum de dizer que existe mais gente torta que correta, lembro-me dos meus conhecidos, quantas pessoas eu realmente conheço que são merecedoras de forca? Acho que a proporção mundial é a mesma, só amaldiçoamos quem não conhecemos, fica mais fácil, e como não conhecemos muitas pessoas, ficamos com a impressão de que o mundo é podre.


Se realmente pudéssemos conhecer todo mundo saberíamos que em todo ser tem algo bom, talvez ele sáo não esteja mostrando...


Pode me chamar de ingênua, já estou acostumada, tudo bem, ou tola, ou pior ignorante, mas estou cansada de falar mal, de criticar de repetir indefinidamente que o mundo não presta! Eu faço parte desse mundo, eu faço esse mundo também e se eu presto meu irmão também tem esse direito, mesmo que não esteja se comportando da melhor forma.


Desculpe o desabafo, ficou parecendo um texto esse comentário, mas é o que sinto agora!


Obrigada pela oportunidade de colocar isso para fora a partir do seu texto!

Abraços!



E você o que pensa sobre os elogios de hoje?


Namasté!


Leia também:

13 comentários:

  1. Nanda,

    Concordo plenamente com suas - sábias - palavras! Me fez lembrar um texto que gosto muito e que já postei no blog... você conhece 'Validando pessoas', de Stephen Kanitz?

    Se me permite, indico meu post como complemento: http://dapoesiaaocaos.blogspot.com/2009/04/quarta-da-poesia-validando-pessoas.html

    Apolinário Jr.

    ResponderExcluir
  2. Apolinário:
    Obrigada!!
    Não conheço esse texto vou dar uma olhada sim!
    Fique à vontade para recomendar textos aqui.Peço apenas que eles tenham a ver com o assunto ou o tema do blog!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  3. Olá querida!
    Ultimamente estou muito atarefada mas sempre olho primeiramente seu blog que me dá uma paz imensa e adoro os posts de encontro com a realidade que vivemos.
    Adorei tudo que li hoje:elogios,inveja,a parte que fala das coisas novas que na verdade não são...
    Estou aqui curtindo meu feriado lendo seu blog!
    Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Realmente as pessoas têm qualidades e defeitos e é mais fácil ver os defeitos.
    O ato de elogiar parece que cria um vínculo com a pessoa e todos querem se afastar em vez de se aproximar.

    ResponderExcluir
  5. Nanda!
    Elogio é bom e eu gosto! Rsrsrs!Agora, falando sério, a questão creio que é bem simples: ninguém aguenta quem vive "urubuzando" os outros, sendo negativista, só vendo falhas. Todo mundo falha, todo mundo erra, todo mundo tem mal humor, mas sempre...Ninguém merece! Meu marido costuma dizer que a pessoa que tá sempre "azeda" é porque "tá cocô" e eu digo que deve ter chupado um limão! rsrsr!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  6. Ana Lúcia Nicolau:
    Eu também acho, e não penso que precisam ser falsos!
    Bjão!


    Ladyanne:
    É o que todo mundo deseja! Incentivo para ser!
    Bjão!


    Lília:
    Vc fez um tour grande, hein?
    Leu um bocado.
    Que bom eu estou no feriado de alguém!!!
    Fico feliz que arranje um tempinho para as minhas palavras!
    Obrigada, bjão!


    Catarino:
    Estamos mais acostumados a ouvir e falar de falhas, mas isso pode mudar, desde que nos disponibilizarmos a exercitar!
    Obrigada!
    Bjão!


    Claudinha:
    Mas não é? Para que esse tipo de atitude? Leveza dá mais resultados agradáveis do que azedume!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Nanda

    Não existe coincidências ... definitivamente ,não existe.

    e deparei com um texto cujo título é A boa parte

    começa assim " Não te esqueças da 'boa parte" que reside em todas as criaturas e em todas
    as coisas.O fogo destrói,mas transporta consigo o elemento purificador.
    A pedra e contudente,mas consolida a segurança.A ventania açoita impiedosa,todavia ajuda a renovação"....

    Devemos ter a visão holística de todos;pessoas e elementos da natureza.
    Queria dizer que admiro muito esse seu dom de ver tudo holisticamente,bom não é à toa que vc é terapeuta holística.
    mas, quando estamos envolvidos na questão, no turbilhão de nossas emoções, quando alguém nós fere é difícil pacaramba! .

    É, claro que pensei em vc quando li esse belo texto de Emmanuel (fonte viva)por Chico Xavier.

    O texto se encerra assim"Quem procura a 'boa parte' e nela se detém,recolhe no campo da vida o tesouro espiritual que jamais lhe será roubado.

    Beijão!!

    ResponderExcluir
  8. Querida Nanda,

    Direi algo clichê:concordo em Gênero ,número e grau,desculpe não resisti,adorei o seu texto,realmente até o pior ser humano têm algo de bom.Sabe Apesar de algumas punhaladas que alguns deram em minha alma , acredito no ser humano e desde criança ficava chocada com a seguinte frase: "fulano não presta" Nunca devemos analisar somente por aspecto, devemos ter um visão holística sempre...

    beijos no coração

    ResponderExcluir
  9. BOM TEXTO FERNANDA!.
    SABIAS AS SUAS PALAVRAS.
    SE REALMENTE PUDESSEMOS CONHECER O MUNDO E AS PESSOAS QUE NEAS EXISTEM, TALVEZ NÃO SOFRERIAMOS TANTO.
    AS NÃO AS CONHECEMOS. MUITAS VEZES ELAS USAM MÁSCARAS E NÃO TIRAM..
    PARABÉNS AMIGA.
    TEM UM SELINHO BEM ESPECIAL TE ESPERANDO EM CURIOSA E EM MEUS MIMOS.
    http://sandraandrade7.blogspot.com/
    VIOLESTAS.
    PASSE LÁ.
    SANDRA

    ResponderExcluir
  10. eu sou assumidamente torto, não curto o conceito de direito... parece que vamos pruma forma e saimos de determinados jeito, por isso vem a palavra formar ( escola, faculdade etc) cansei dessa formação convecional, escolho a psicodelia, pois tu é mais colorido, não sei se essa frase é dele, mas uma vez meu pai disse que o mundo é colorido pra cada um escolher a sua cor. e a insanida me protege desse pensamento normal e idiotizante ( sim neologismo na veia)não quero ser comum, mas tmb não busco uma forma de ser forçada, simplesmente hajo da forma q me faz sentir confortavel, se é igual as outras pessoas, não tenho problema com isso e se for diferente, bom um dia acho alguem igual pra se junta ao meu rebanho.

    ah adorei o seu comentario texto, acabei de por me empolgar com o meu hehehhe
    bsos

    ResponderExcluir
  11. sim eu cometo muitos erros de portugues e não conserto, preguiça hehehe

    ResponderExcluir
  12. Arierom:

    E este é um bom exercício!
    Bjão!



    Rô Castro:

    Acho que uma visão ampla de nós é sempre melhor, mas claro isso não quer dizer cegar para as atitudes sombrias... É só não ficar focando só nelas!
    Obrigada por seus comentários!!
    Mesmo o primeiro que não foi feito para esse texto, mas achei que tinha tudo a ver!
    Bjão!



    Sandra:

    As máscaras são um acessório de proteção, pelas experiências dolorosas que temos acreditamos que precisamos usá-las, e com o tempo fica difícil retirá-las, mas isso é uma coisa que todo mundo tem, inclusive eu e vc!
    Bjão!



    GrandeR@O:

    Muito bem, adoro a loucura sã! Aquela que nos leva ao nosso mundo particular, nossa realidade singular. Sem perder ,é claro, a conexão com as outras existências!
    Adorei seu comentário entusiasmada isso me faz feliz!
    Eu tenho cuidado com o português acho importante, mas não sei explicar bem porque. Eu não vou reparar, aceito vc do jeito que vier!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.