segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Inveja – Alguém que lhe imita está com inveja?

Falei no primeiro texto sobre “modelar”, assim alguém que lhe imita pode estar lhe modelando, ou seja, aprendendo através de seu passo. E isso deveria ser fonte de orgulho. Alguém acha que você fez coisas certas e eficientes e quer, através de seu exemplo, evoluir, aperfeiçoar-se. Acho isso bom. É quase um reconhecimento. Se a pessoa com o tempo largar isso e seguir seu próprio caminho, ela está saudável e confiante, só queria um impulso inicial. Se pelo contrário, passa o tempo e ela só piora, imitando cada vez mais, ela está doente e precisa de ajuda, pois está perdendo sua identidade e individualidade.

É uma pena para ela, para você é como falei no texto anterior, é indiferente, pois se você estiver com os pensamentos elevados, essa pessoa não vai ter poder em sua vida. Se você não estiver nessa vibração elevada e estiver sendo atingido, está na hora de curar-se trabalhando seus próprios pensamentos e usando meios legais para interromper a ação dos invejosos, dependendo do grau de obsessão deste.

Como disse alguém que lhe imita necessariamente não precisa estar com inveja, mas é uma possibilidade que o tempo revelará. Primeiro alegre-se, alguém achou que seus passos são bons e válidos e fique atento para com o tempo ver se este ser vai caminhar com suas próprias penas ou não. O principal, eu acho, é não fazer drama; para tudo tem solução na vida e os redemoinhos em que de vez em quando nos encontramos são meios de chamar atenção para mudanças necessária em nossa vida.

Namasté!

Agradeço a Regina pela inspiração que rendeu tanto prazer a mim. Os textos são um presente para você. Espero que tenha gostado! Muito obrigada!

Leia Também:
Inveja - O que é.
Inveja - Como deve agir quem é alvo dela.
O poder da Mentalização.

18 comentários:

  1. Excelente texto. Acontece isso comigo e é foda mas eu fico de boa só que é foda quando o reconhecimento NAO vem pra ti entende?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Qdo vc é imitado com boas intenções, é pq deu certo.Mesmo pq tb já imitamos alguém.
    Porém, tem pessoas que te imitam nas aparências, mas com segundas intenções, tipo imitar a sua vida...não pega bem.
    gostei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo, uma pessoa que quer ter a vida igual a sua, é irritante.
      Se for uma coisa ou outra, é ótimo, é um reconhecimento, mas em tudo, é obsessão, e obsessão incomoda!

      Excluir
  3. Olá!

    Eu não acho que o fato de uma pessoa imitar a outra seja objeto de inveja. Ao contrário, quem imita a outra pessoa está mostrando que a pessoa que está sendo imitada mereçe respeito e deve ser seguida.

    Abraços

    Franicsco Castro

    ResponderExcluir
  4. Sensacional seu post! Texto claro e sua opinião é bastante coerente.
    Acho que inveja é bem diferente de imitar alguém. Percebo até que quem realmente inveja, tenta desfazer do outro. O que concordo é com a visão de que se a imitação continua por muito tempo , falta identidade e algo vai mal!

    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  5. Para mim,o seguimento da atitude de uma pessoa por outra pode ter várias intenções e/ou motivos:

    - Sendo orimista,para evoluir e corrigir erros possíveis no comportamento;

    - Por inveja sim, muitas vezes, para pegar carona e se auto-promover, alegando serem suas atitudes originais de si mesmas;

    - Como em muitos lugares, os erros dos superiores são tão mais evidentes, imitar uma má ação de um superior pode visar remeter aum erro desse superior para lhe minar a vida profissional. Sempre vão dizer que fizeram "o que o Mestre mandou" ou o que "o Mestre faz".

    É isso o que me surgiu à mente nesse momento. Pode existir muitos outros pontos-de-vista a serem examinados.

    Bjs Nanda!

    ResponderExcluir
  6. Alexandre:
    É verdade esse é nosso primeiro meio de aprendizado!
    E sombra por muito tempo não é nada bom!
    Bjão!


    Sheila:
    Muito bom! Obrigada por complementar!
    Necessariamente imitar não precisa ser um ato invejoso mesmo!
    Obrigada, bjão!


    Rodrigo:
    Isso mesmo! Escolha bem que vc modelar, é um passo muito importante!
    Bjão!


    Francisco:
    Foi isso que eu quis dizer!
    Obrigada!
    Bjão!


    Ebrael:
    Legal!
    Eu acho que a medida é que indica se é inveja ou não, se ela for exagerada, acredito que pode indicar inveja sim.
    Vc colocou bons pontos, se aparecer mais me deixe saber!
    Bjão!


    Cláudio:
    Penso assim também, às vezes ser imitado, é um elogio!
    Bjão!


    Juliana:
    E contra esse tipo de atitude, só nossa própria mente elevada pode dar jeito!
    Bjão!


    Arierom:
    Eu coloquei um conceito bacana no primeiro texto sobre inveja, se tiver interesse dá uma olhada!
    Também acho que vem do desamor que eu dou o nome de ignorância. Desamor por si mesmo!
    Acho que quem vem na frente facilita o que vem depois, eu mesma me safei de muita coisa por observar os erros dos outros!
    Bjão!


    Sara:
    Muito obrigada, pelas duas coisas!
    Espero que continue gostando!
    Bjão!


    Sílvio:
    Mas o próprio imitar já é um reconhecimento...
    Fique feliz amigo!
    Bjão!


    Mercia:
    Isso mesmo!
    É nisso que precisamos ficar atentos para nos defender!
    Bjão!


    Francisco:
    Resposta acima.


    M.Nilza:
    Obrigada!!!
    Nesse caso é que se precisa de ajuda...
    Bjão!


    Ebrael:
    Resposta acima.

    ResponderExcluir
  7. Nanda, imitar por querer aprender, por consideração, não é inveja. A inveja é um sentimento negativo. O melhor que podemos fazer, se der, é ignorar.

    ResponderExcluir
  8. Amiga!
    Como é bom ter alguém para servir de exemplo para nós e os pequenos. Desde que sejam exemplos bons e saudaáveis.
    Aprender com o outro e aprtender a construir novos conhecimentos e pensamentos.
    A criança precisa de espelhos bons para seguir e se orientar. Os adultos bem conscientes e cheios de experiências, são esses espelhos. só temos que ter o cuidado para não deixá-los quebrar...
    Com muito carinho
    Sandra

    ResponderExcluir
  9. Minha Linda!
    Deixei um carinho para vc. em meu blog A Curiosa. Passe lá e leve para o seu baú.
    Com muito carinho
    Sandra.

    Descupe a demora.
    A minha vida estava um pouco complicada.

    Precisei dar um tempo.

    ResponderExcluir
  10. vim aqui é sempre sair com um belo apredizado ne....

    Bjaominha amigaaa

    ResponderExcluir
  11. Sissym:
    Concordo, mais melhor que ignorar é compreender porque algumas pessoas ainda precisam ter esse sentimento, daí pode nascer uma compaixão catalizadora, que ajuda quem sente inveja a fazer mudanças.
    Bjão!


    Sandra:
    Sim, nossa espécie aprende primeiramente imitando, e é muito importante dar bons exemplos verdadeiros, não da boca para fora, às crianças!
    Vou pegar seu presente!
    Não precisa se desculpar, fico feliz quando vc vem!
    Bjão!


    Philip:
    Obrigada!Gosto muito da sua vista!
    Que bom poder passar algo legal!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  12. Oi Nanda, nesse sentido no qual vc se referiu, é, realmente, motivo de orgulho ser "imitada"... mas qdo a pessoa fica a toda hora seguindo seus passos, sua sombra, para ver qual a sua próxima atitude para também copiá-la... é irritante! rsrs... Isso me incomoda, infelizmente... Sei que não deveria, mas... enfim...

    Tentando aprender e melhorar sempre... seus posts têm me ajudado bastante...

    Já li os livros de Louise Hay, mas preciso relê-los! Aperfeiçoar-se é um constante exercício...

    Grande beijo, muito obrigada pelos posts... foi de grande valia para mim...

    Até a próxima!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  13. Regina:
    Sempre temos mais lados para ver de uma mesma situação e porque não focar no melhor dela?
    Nós podemos ficar cada vez mais maduros e isso é muito bom!
    Novamente eu é que agradeço!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  14. Excelente postagem. concordo com você. Devemos ter fontes inspiradoras e não idolos a quem devamos "copiar". Embora nossos ídolos possam ser fonte de inpiração e admiração eles não vivem por nós. Também não podemos pretender que alguém, nem mesmo nossos filhos sigam nossos passos ou realizem por nós nossos sonhos.
    Cada um é um ser único e maravilhoso e por isto mesmo deve desenvolver personalidade própria.

    Abraço
    Angel

    ResponderExcluir
  15. Angel:
    Falou tudo! Pessoas saudáveis se inspiram e não se colam no outro.
    Bom lhe ver por aqui!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  16. E quando não se trata de imitação, e sim de demonstrar desejo pelo que a outra pessoa tem, como por exemplo um novo celular, uma bolsa, ou qualquer outro objeto? (típico daquele personagem do Zorra Total cujo jargão é "Eu sempre quis ter uma coisa assim...")
    É um tipo de inveja?
    Gostaria que falasse um pouco sobre isso.
    Parabéns pelos twits excelentes e pelo ótimo blog! Estou te seguindo agora por aqui também. Se puder retribuir, agradeço, pois tenho poucos seguidores por estar começando a pouco tempo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Prof. Fabrício:

    Tem mais dois textos sobre inveja aqui,
    Inveja - O que é.
    Inveja - Como deve agir quem é alvo dela..
    Acho que essa questão está abordada neles.
    Mas a inveja, para mim, é sempre um sentimento de destruir o objeto do outro porque não acho que vou conseguir ter igual.
    Quando apenas temos o outro como modelo do que queremos, sem o desejo de destruir, eu não considero inveja.
    Se ainda tiver dúvidas faça perguntas e quem sabe não sai outro texto?
    Obrigada!!!
    Ultimamente estou seguindo no twittter todos que me seguem então se ainda não o fiz farei em breve, não se preocupe. Mas se quiser dar uma força envie um pio para mim!
    Abraços!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.