quarta-feira, 21 de julho de 2010

Nadismo - Uma revolução sem fazer nada



Marcelo Bohrer
Porto Alegre: Verbo Jurídico, 2008
140p


Livro interessante do consultor criativo Marcelo Bohrer, que depois de uma crise de burnout (quando o ser humano dá “tilt”) em 2003, precisou mudar o estilo de vida. Em 2005 criou o conceito de Nadismo (uma proposta de valorização dos momentos de fazer nada) e começou a realizar eventos do clube, uma técnica para se fazer nada sem se sentir culpado.

O livro é fácil e rápido de ler, contém ideias simples e óbvias, portanto difíceis de ver, pois ás vezes o que está na cara a gente não presta atenção. Para mim esse rapaz criou de uma forma bem humorada, uma desculpa para os ocidentais capitalistas culpados, descansarem sem compromisso no que os italianos chamam de “Dolce far niente”. E o melhor, como diz o próprio autor, o nadismo é um “conceito para ser praticado”.

No meio da leitura já somos convidados a praticar, aos poucos, primeiro um minuto, depois cinco minutos. Então ele incentiva leitor, o tempo todo, a dedicar algum momento para fazer absolutamente nada. Inclusive com dicas de como você pode agendar seus momentos de nadismo.

Também dá quatro diretrizes que regem a prática do nadismo: (Dicas que facilitam) Stopnjoy, Entregue-se, Sossegue e observe. E um glossário, muito engraçado, com palavras chaves do movimento.

Bom, eu adorei! A idéia, o livro, o autor. Acho que vale a pena ler e praticar o nadismo!

Boa leitura!

Outros livros:
A auto estima um bem essencial
Treinando a emoção para ser feliz
Como se tornar mais confiante e assertivo

2 comentários:

  1. Deve ser um excelente livro. Não tinha ouvido falar nele.
    As vezes precisamos mesmo ficar conosco mesmo sem fazer nadismo de "nada"...
    Seja em qualquer momento e realidade.
    http://sandrarandrade7.blogspot.com/2010/07/um-carinho-muito-especial.html
    Carinhosamente passei par adeixaR O MEU ABRAÇO E O MEU CARINHO
    Sandra

    ResponderExcluir
  2. Sandra:

    É um livro divertido e com uma ideia fabulosa!
    Obrigada pelo carinho, sempre!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.