quarta-feira, 6 de julho de 2011

Casais Inteligentes Enriquecem Juntos


Gustavo Cerbasi
São Paulo: Editora Gente, 2004



Um bom livro para essa nova fase do Brasil. O autor ensina como lidar com dinheiro, usando de planejamento para criar independência financeira. Um conceito fantástico de fazer o dinheiro trabalhar para gente e usar os bancos a nosso favor. Acredito que precisamos aprender a lidar melhor com o dinheiro.

Devemos querer prosperar, mas sem esperar milagres. Saber que podemos, com raciocínio e perseverança criar, nós mesmos, as riquezas que desejamos. É ser o senhor do dinheiro e não o contrário. Gustavo Cerbasi é um professor de finanças, que sugere aprendermos a poupar e ter dinheiro antes das compras. E no final do livro diz que esse hábito pode até reverberar num país mais rico. Pois os juros baixariam, as empresas teriam melhores condições de ter dinheiro para crescer, tendo mais riqueza em circulação e o mercado teria um comportamento mais previsível.

Penso que devemos mesmo aprender a lidar com o dinheiro, saber poupá-lo e gastá-lo. Muito do mal estar da humanidade vem da sensação de pobreza e desejo de ter mais. O que termina acontecendo é que viramos escravos das coisas, trabalhando eternamente dezesseis horas para poder manter tudo que dizem que a gente precisa ter para ser feliz... Sei não...

O livro diz: quebre este círculo, mude os hábitos com o dinheiro, planeje! E produza riqueza!

“Gastem menos do que vocês ganham e invistam a diferença. Depois reinvistam seus retornos até atingir uma massa crítica de capital que gere a renda que desejam para o resto da vida.”

“Meu trabalho de pesquisa em finanças pessoais tem como foco a idéia de que uma vida planejada e com objetivo é mais feliz.”

Eu já vi uma pessoa criar uma empresa partindo de um real. Uma mulher simples, sem muito estudo, mas muito criativa. Portanto acho que isso é possível. ( globo repórter)

Boa leitura!


Leia Também:
Eu apoio a educação financeira infantil
O sonhador

5 comentários:

  1. Quando mais novos, pessoal do meu tempo, os pais não se preocupavam em ensinar finanças. Livros como esses ajudam para que possamos melhorar a qualidade de vida, no sentido de aprender a crescer financeiramente.
    Eu acredito que casais inteligentes, realmente podem enriquecer juntos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Sissym:

    Não dávamos importância à ordem... Acho que o mundo ficou tão bagunçado que tivemos que arrumar algumas coisas. Acho bom! Eu também acredito nisso, casais inteligentes criam um mundo melhor!
    Xero!

    ResponderExcluir
  3. OLÁ,
    gostaria de tirar um dúvida de leitora para leitora:
    - consegue praticar todas as dicas do autor?
    - conseguiu convencer seu parceiro a ler?
    - vc acha que começa a vida financeira agora deve mesmo investir em fundos com juros maiores que a poupança ou seria melhor iniciar os investimento na poupança mesmo?
    - vc concorda com a questão do aluguel, onde o autor diz que alugar uma casa é mais vantajoso que comprar?

    desculpe o interogatório, mas queria mesmo falar com alguem que leu o livro.

    Obrigada

    ResponderExcluir
  4. N.S. Vitorio:

    Oi!

    Vamos às respostas:

    - Não tentei praticar todas as dicas, mas apenas as que fizeram sentido para mim. Destas algumas foi possível e outras não funcionaram para mim.

    - Também não tentei convencer meu parceiro, contei a ele o que chamou minha atenção e algumas coisas ele usou na sua vida financeira. Não temos projetos financeiros comuns.

    - Eu comecei investindo na pupança, depois fui para renda fixa e experimentei renda variável, sem sucesso. Sou conservadora, então para mim começa-se aos poucos.

    - Se vc observar o contexto, acho que sim, ele fala de começo de carreira, cidade grande, no qual é mais vantajoso morar perto do trabalho. Um aluguel pode ser mais flexível. Mas tem uma coisa, ele diz para fazer isso se vc tem o dinheiro de comprar uma casa, e este dinheiro renderia o aluguel.

    Espero poder ter ajudado! Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigada pela resposta, só queria compartilhar umas dúvidas.

    Grata,

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.