sexta-feira, 15 de julho de 2011

Uma Bandeira mais alta



Um dia desses assisti no programa Mais Você, (veja no YouTube) uma entrevista com Antônio Bandeiras e me peguei tendo inveja dele... De sua serenidade, centramento, conhecimento, daquilo que ele conseguiu extrair de sua estada na terra. Ele tinha uma resposta boa para as perguntas feitas, a forma como se relacionava com sua família, o trabalho de compartilhamento na sua fundação, a relação com o alimento e com suas rugas.

Pensei que ele representava uma vida bem vivida, bem aproveitada. E acho que uma resposta dele me fez pensar assim, quando ele falou sobre o que mais tinha gostado do seu trabalho como ator: a oportunidade de viajar e conhecer modos diferentes de viver. Claro que não precisamos fazer isso só viajando, mas acredito que experimentar e reconhecer culturas diferentes em países ou indivíduos (que são países mais móveis) é uma das melhores formas de gastar seu tempo aqui.

Desfrutar de paisagens naturais e pessoais, contemplar, admirar, observar e adicionar isso à suas células, trazer o mundo para dentro de seu corpo através dos seus sentidos e crescer a partir disso, no meu entender, é uma das formas mais inteligentes de usar o tempo que temos na terra.

Eu vi isso, nos gestos, tom de voz e pensamento de Antônio Bandeiras, me surpreendi, mas depois que ele falou ser praticante de Ioga, eu entendi. A inveja veio do sentimento dele ter feito isso com mais competência que eu... Achei que diante dele eu era principiante e ele só tem oito anos a mais que eu...

Bom. Para curar este sentimento eu pensei que foi bom ter conhecimento que alguém no mundo fez isso melhor que eu; isso é motivo para comemoração! Eu posso, se não estiver satisfeita comigo, fazer ajustes e melhorias ou apenas admitir que eu não preciso ser melhor que ele, apenas eu mesma. De qualquer forma quero registrar aqui meu agradecimento ao Mestre Bandeiras. Namasté Antônio!

Namasté!

Leia também:
Educação Espiritual
Santo de casa não faz milagre

9 comentários:

  1. Olá! fiquei com uma raiva de não ter podido acompanhar essa entrevista na íntegra, arrrrrrrr, kkkkk. Que bom que ainda tem gente que nos surpreende desse jeito. Ai que vontade de sentar e ficar ouvindo as histórias de vida dele!!

    e sobre tua visitinha lá no Colcha de Retalhos....

    O que quis dizer com "a vida real é cruel e feia", é que tem gente que se coloca tão lá no fundo que não adianta falar das coisas belas e boas da vida, pois pra elas isso não existe. Para gente assim o mais importante é ensiná-las a conviver com as coisas ruins e quem sabe um dia elas encontrarão as boas!!!

    Gratidão e salve mestre Bandeiras!!
    =)

    ResponderExcluir
  2. Nanda, como eu vou me esquecer de você e de vocês daqui? Nunca! Lembro sempre, mas como me tornei avó, tenho entrado aqui muito raramente, infelizmente. Mas claro que sempre vcs todos estão no meu pensamento e no meu coração. Eu realmente me candidatei a Deputada Estadual, mas não entrei obviamente, há que se ter muito dinheiro, rsrsr , influência, e jogo de cintura, sem contar que o partido precisa nos querer. Qdo essas coisas se somam... tudo fica mais fácil de fazer parte da política. A experiência foi muito boa, mas notamos no corpo a corpo que o eleitor é tão ou mais corrupto que o político.

    Obrigada por me escrever e me visitar, mas estou mesmo é curtindo minha família...

    Um beijo muito grande, CON

    ResponderExcluir
  3. Olá Nanda !!!

    Eu não vi a entrevista, mas muitas pessoas comentaram comigo sobre a admiração que ele despertou e em como é uma pessoa que passa coisas boas.
    Concordo contigo que não é preciso viajar para se aproveitar o que a vida tem de bom, basta estarmos abertos a isso, com olhos, mente e coração, disponíveis para absorver toda esta diversidade do mundo, valorizar os momentos, ter humildade para aprender e generosidade para compartilhar.
    Quando estamos dispostos, o crescimento é constante e como consequência, nossa serenidade e alegria também :)

    Um beijão e bom fim de semana !

    ResponderExcluir
  4. Arthemise:

    Menina! Acho que vc pode vê-la no site do programa!
    Concordo com vc tem pessoas que estão programadas para o desagradável, e não tem jeito mesmo. É melhor falar a mesma língua até podermos mostar outra direção para a vista... rsrs

    Bjs!



    Con:

    Que alegria receber sua visita, e que bom vc ainda lembrar de mim! Faz tanto tempo que não nos comunicamos!...
    Acho uma pena vc não ter ganho as eleições, uma pena para o povo de São Paulo e do Brasil. Mas talvez tenha sido melhor para vc.
    Parabéns pelo novo papel adquirido! Avó!
    Curtir as pessoas que amamos é uma das melhores coisas a se fazer na nossa estadia por aqui!
    Xero!



    Samantha:

    Eu vou procurar o link da entrevista e acrescentar ao texto, parece que tem muita gente que não viu... rsrsr
    Ainda bem que não precisamos necessariamente viajar para obter os benefícios de uma viajem... rsrs
    Se não eu estava perdida! kkkk
    Fico contente de vc pensar da mesma maneira!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Olá Nanda,

    Que saudades menina do seu calor e sabedoria..

    Pena que não assistir essa entrevista, depois, dou uma olhada em casa,nesse momento, estou no trabalho,aqui,o youtube é bloqueado!.Soube que essa entrevista deu o que falar e um bando de mulher suspirando rsrs..

    beijos no coração!!

    ResponderExcluir
  6. Rô:

    Eu gostei muito do tom que ele deu e a Ana atrapalhou pouco... rsrsr
    Coloquei o link porque vi que algumas pessoas não viram.
    Nos encontramos no twitter, para matar saudades. Vou ver se entro à noite, talvez na sexta ou domingo a tarde...
    Xero!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nanda. Muito bom o vídeo, heim.
    A serenidade é algo contagiante.
    Parabéns pelo post e obrigada pela visita ao meu blog.
    Beijos
    Bel

    ResponderExcluir
  8. Nanda! Sempre leio seus textos mas hoje tive que vir comentar.
    Simplesmente ADOREI seu texto.

    Obrigada por "abrir" meus olhos. rs

    Até a próxima

    ResponderExcluir
  9. Isabel:


    Eu também amei! Deveríamos nos deixa contagiar mais pela serenidade, ela é uma das coisas mais preciosas para se viver bem!
    Obrigada, e foi um prazer visita-la.
    Escrevemos com a mesma intenção!
    Bjs!




    Viviani:

    Obrigada, fico contente de saber que vc lê o que eu escrevo!
    E mais ainda de ter inspirado vc. É para isso que estou escrevendo aqui.
    Agradeçamos ao Mestre Bandeiras, ele também abriu meus olhos! rsrsr
    Bjs!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.