quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Velhice




Amargura travestida de experiência
Tristeza disfarçada em serenidade
Sarcasmo fantasiado de inteligência
Um retrato de nossa velhice.

Nanda Botelho



Às vezes o que chamamos sabedoria é só um amontoado de decepções colhidas ao longo da vida. O quadro de Gauguin me lembra isso, parece que ele olha para o futuro negro que o aguarda, reconhecendo que a frente não terá muita coisa boa. Vejo em muitos este olhar voltado para trás, alguns que se deixam envelhecer olham o passado com este sentimento.

9 comentários:

  1. LINDO,NANDA! EU VEJO A VELHICE QUE TENHO ACOMPANHADO COM MINHA MÃE, COMO ALGO MUITO FEIO... UMA TRISTEZA VER A CADA DIA MENOS A PESSOA ALI PRESENTE... TRISTE ISSO!

    TENHO SEMPRE PEDIDO PRA SÓ FICAR POR AQUI ENQUANTO TEMOS CAPACIDADE DE CHORAR, NOS EMOCIONAR E NÃO APENAS PORQUE AINDA RESPIRAMOS... BEIJOS,LINDO DIA,CHICA

    ResponderExcluir
  2. "Amargura travestida de experiência
    Tristeza disfarçada em serenidade
    Sarcasmo fantasiado de inteligência"
    Vc foi direto com o dedo na ferida agora! No fundo, no fundo é isso mesmo! Com as exceções de praxe! Xero do Land!

    ResponderExcluir
  3. Chica:

    Obrigada querida!!!
    Graças a deus eu estou experimentando a velhice dos que me rodeiam de forma legal.
    Minha avó, que morreu aos 85, foi embora de uma forma muito suave, embora doente e definhando. Eu tive a oportunidade de acompanha-la e mesmo ela desaparecendo foi bonito.
    e antes dela fica doente, a velhice não existi para ela, ela morreu jovem!
    Mas vejo na rua, as marcas da amargura e foi para estas pessoas que escrevi o poema.
    Velhice não significa um momento ruim se a gente souber amadurecer.
    Para manter esta capacidade é preciso um esforço, para renovar sempre a visão das coisas.
    Como disse Jesus, só entra no céu quem tiver a forma de ver das crianças. Cada coisa um espanto! rsrs
    Xero!



    LandNick:

    Sim, eu vi isto no rosto e na fala de algumas pessoas...
    Eu gostaria de inspirar as pessoas para que elas aumentassem essas exceções! rsrs
    Olhar a vida por muito tempo, pode amargurar eu sei... Mas não deve, precisamos ter recursos para ir além, devemos ser artistas e criarmos uma percepção que saia do comum, para isso ganhamos nosso cérebro! kkkk Não é bom desperdiçá-lo!
    Xero!!!

    ResponderExcluir
  4. A sabedoria vem de um longo aprendizado que, infelizmente, pode ter muito mais sofrimento do que alegrias.

    Eu já vi pessoas com este olhar de amargura, perdido, vazio e sem acreditar em nada. E não temos muito o que ajudar, pois se a alma foi mortalmente ferida, viverá assim para todo o sempre.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Sissym:

    Para mim a sabedoria vem da capacidade de entender um evento de forma criativa, seja ele dolorido ou não.
    Se fazemos isso, ao longo do tempo teremos sempre vistas novas para a vida e ficaremos vacinados contra amargura.
    Quanto às pessoas que já estão amarguradas... Acredito em vida após a morte! rsrsr Então acho que ela só não ressuscitaria se não quisesse! Mas sei que é difícil tirar uma pessoa daí.
    Bjão!!!

    ResponderExcluir
  6. Ah! Nanda,

    pode até ser ser que o quadro de Gauguin passe esta melancolia de uma velhice tristonha.. mas felizmente, tenho visto e tenho contato com "velhos" lindos, alegres e de bem com a vida..aliás, a velhice está na mente... e sinceramente acho que envelhece bem quem vive bem, quem se ama na juventude se amará na velhice..
    Vejo meu amadurecimento como um momento fantástico para fazer coisas que antes não tinha nem muito tempo, nem percepção para notar, apreciar.. degustar..sei lá.. enquanto meu corpo cumpre seu efemero ciclo humano, minha alma eterna vibra a beleza da vida.. mas independente disto, adoro refletir sobre a melancolia que Gauguin exprime.. acho que é a mania de filosofar sobre o ser e a vida..

    Linda postagem, querida!

    beijos carinhosos!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  7. Mariangela:

    Concordo com vc! E também aqui em casa tenho a experiência de outro tipo de envelhecimento.
    Escrevi a poesia para alertar que o que a gente se vangloria de ser o supra sumo do envelhecimento, é uma carranca do mal envelhecer.
    Obrigada!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Bem, com a velhice temos um cérebro melhor e com mais conhecimento!

    ResponderExcluir
  9. Pedro:

    Eu não diria um cérebro melhor... Já que como todo o corpo ele também entra em decrepitude.
    Mas uma mente mais sábia, sem dúvida nenhuma, ficamos! E esta é uma das maiores vantagens da velhice.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.