quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Espíritos Entre Nós


James Van Praagh
Tradução: Ana Ban
Rio de Janeiro: Sextante, 2009
202p



Desde que me entendo por gente ouço que não podemos saber como é morrer porque ninguém volta para contar. Isso não é mais possível de se dizer, os espíritos voltam e contam tudo a vários médiuns, incluindo James que escreveu esse livro.

E James nos conta tudo! Já no primeiro capítulo ele afirma “a morte não existe, ela está ligada apenas ao fim do corpo. Desde os dois anos tenho me comunicado com os “mortos”. Espíritos caminham entre nós.” E somos nós também, já que estamos apenas momentaneamente vestidos com corpos humanos.

Ele ensina: “independente da forma da morte, ninguém sente dor ao morrer, ninguém fica sozinho (tem sempre conhecidos que recebem a gente), a luz branca é o portal do mundo espiritual, vamos para uma dimensão atemporal, etérea e transparente.”

Encaro Van Praagh, como os navegadores do século XVI que se aventuravam por terras desconhecidas e voltavam para contar as coisas incríveis que viam por lá. No começo só alguns podiam fazer a viagem e ver com os próprios olhos, depois todos ficamos com provas da existência do mundo além mar.

Hoje só algumas pessoas têm acesso consciente, enquanto estão encarnados, ao mundo espiritual, acredito que brevemente todos poderão ter acesso a ele. Enquanto isso não acontece ficamos com os relatos de viagem de quem visita essa dimensão e volta para contar.

Devo confessar que já tive algumas das experiências que ele conta no livro e me comunico através de sonho com meus avós paternos, eles sempre me visitam e a sensação é como descreve James, é diferente de sonho normal.

Recomendo o livro como um manual sobre a vida de quem está desencarnado e para conhecer melhor o processo de morrer, que como eu digo, é um nascer invertido. Estudo o processo de morrer porque quero uma morte boa, assim como se deseja um bom parto.

Boa leitura!


Leia também: Comer, Rezar, Amar



34 comentários:

  1. Boa dica, Nanda. Tambem acredito sim na existencia do espirito. Muitas pessoas, porem, acham fantasiosas as descrições que encontramos nos livros. Já ouvi pessoas falarem que isso é fruto da imaginação do médium. Desejos que são postos no papel, como um romance. Livre arbítrio...abraços

    ResponderExcluir
  2. Quando eu era criança, por um longo tempo, eu sentia a presença constante de uma tia muito amada e eu entendia todos os recados deixados por ela. Um dia não voltou mais, nunca mais e não entendia. Hoje entendo que, ou ela cumpriu a missão que tinha ou voltou à Terra.

    Interessante o livro, vou procura-lo.
    Agradeço por ter indicado.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nanda,
    Muito boa dica. como dizem os Abraham Hicks, a morte seria como se a gente estivesse em uma sala e se retirasse para outra dependência da casa, como outra sala, quarto, etc.,e, em determinado momento voltassemos a esta sala.
    Para entender melhor aí vai o link para uma postagem sobre o assunto:
    http://citacoes-lei-atracao.blogspot.com/2009/03/significado-da-morte.html

    ResponderExcluir
  4. Nanda, esse livro parece ser muito interessante. Quero lê-lo. Obrigada por postar sua resenha aqui :))

    Beijão,

    Sil
    esquinadasil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Nanda! Sua passadinho no meu FB hoje me trouxe de volta ao seu blog. Obrigada! Já estava um pouco ausente esse tempo.

    Uma dia eu ouvi na TV daqui de que todos os seres humanos temos um vazio dentro nós, que é essa incerteza de "para onde iremos" depois que a nossa vida se acaba. Acho que é bem verdade. Existe essa inquietude...

    Desde minha perspectivas, realmente existe outro plano. Certamente, as pessoas que conhecemos que passaram a esse plano, se interagem com nós, através de vários mecanismos, como os sonhos, pressentimentos, intuição. Coisas que ninguém explicam, mas que nós, os vivos, sentimos e realmente nosso entendimento não chega à compreensão da razão de tudo isso.

    Talvez essa nossa parte espiritual se bloquee enquanto estamos vivos e ao atravessar ao outro plano, se libera.

    Nunca pensei que deixar a vida fosse algo ruim. A sensação é ruim somente para quem fica, mas ainda assim, conseguimos encontrar forças para superar essa perda. É algo natural... Os dias vão passando e nos vão trazendo a força necessária para seguir em frente.

    Em razão disso, creio que ler mais a respeito, estar por dentro desse assunto, nos vai trazer mais paz, que é o que precisamos no nosso dia a dia.

    Boa referência literária! :)

    Bsssssssssss
    Fe

    ResponderExcluir
  6. Mari:

    Obrigada!
    Esta matéria ainda é envolta em mistérios...
    É uma questão de experiência.
    Bjs!



    Sissym:

    Legal!
    É como disse acima, quem teve experiência sabe quem não teve fica na dúvida, pois este é um tema muito misterioso, ainda.
    Espero que goste do livro!
    Bjs!



    Helio:

    Obrigada!
    Acho esta analogia muito boa!!!!
    Obrigada pela sugestão de leitura!
    Bjs!



    Silvana:

    Sim, ele é muito interessante!
    Espero que goste, eu sai da leitura muito esclarecida.
    Bjs! ;)


    Fernanda:

    Eita! Eu estava sentindo sua falta! rsr Então fui lhe buscar no Face!
    Sim, a angústia do esquecimento da nossa vida consciente contínua, gera esta sensação de vazio e medo.
    Para quem não lembra ou não tem experiências que dão a certeza disso, o melhor é leitura.
    Acho este autor muito confiável.
    Obrigada!
    E não suma mais, viu? rsrs
    Xero!

    ResponderExcluir
  7. que prazer eu tenho de ler tudo que voce escreve!! adoro suas postagem..parabens! bjim

    ResponderExcluir
  8. Nanda minha querida,

    Grato pela recomendação.
    O tema me traz a tona alguns estudos de minha fase curiosa, jovem...
    Deixarei anotado o nome e autor, um tempo com calma encomendarei e lerei.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Muitos falam que estas lembranças são oriundas do subconsciente,mas acho impossível!
    e cito um parágrafo do texto 'preparo para os desencarnes"( ASHTAR SHERAN)
    "E, com a nossa flâmula do Amor Incondicional voltada para o socorro a todos vós, amados da Terra, deixamos aqui o nosso convite a este preparo a que nos referimos, para que o "Desencarne" tenha o seu sentido real de "mudança frequencial" de moléculas e da inteligência, com a mesma identidade espiritual em sua expansão de consciência cósmica, e que não represente, apenas, o momento de indizível "dor" em vossa situação de jungidos a um corpo físico planetário, que é o referencial que a grande maioria de vós tem nestes âmbitos tacanhos de interpretação das leis imutáveis da evolução".
    Acredito em tudo e duvido de todos,mas é incontestável
    Nanda,gostei desta indicação
    tutankamon

    ResponderExcluir
  10. Marlene:

    Eita! Fico muito contente de saber disso!!!
    Espero que continue tendo prazer!
    Bjs!



    Laudelino:

    Que bom vc ter gostado!!!
    O tema deixa a gente curioso mesmo...
    Espero que goste de lê-lo!
    Bjs!



    Tutankamon:

    Ainda não sabemos ao certo, mas já existe relatos suficientes para podermos começar a pensar numa realidade que não temos total acesso.
    Eu gosto da ideia e me guio por ela.
    Já ouvi falar do comandante Asthar, mas não sabia que ele já havia falado sobre este assunto.
    Obrigada!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Quando fiquei em coma, eu vi meu corpo, vi as pessoas que estavam na sala, havia pessoas que estavam depois de um corredor. As imagens eram muito semelhantes, mas de alguma maneira eu sabia que algumas pessoas eram matéria e outras espíritos.

    Já li muito a respeito desse assunto. É uma matéria complicada para um raciocínio lógico.

    Vou ler esse livro.

    Parabéns pelo texto

    MarquesK

    Só o Rock Alivia

    ResponderExcluir
  12. Comemorar meu aniversário na sua companhia é maravilhoso. Estou feliz em comemorar mais um ano de Vida. Fazer mais uma vez aniversário é ter a certeza de que DEUS, nos concedeu a oportunidade de mudança e reforma em nós. É ter a certeza que a nossa Missão ainda não terminou.
    É muito bom ter VOCÊ COMIGO, neste dia tão ESPECIAL.
    OBRIGADA PELA SUA COMPANHIA.
    CARINHOSAMENTE,
    SANDRA

    ResponderExcluir
  13. MarquesK:

    Legal! Vc então é um dos privilegiados que podem falar por experiência própria!
    Sim, acho até que um raciocínio lógico não poderia observar este tipo de situação e assunto.
    Espero que goste do livro!!!
    Obrigada!
    Bjs!



    Sandra:

    Parabéns!!!!
    Obrigada por lembrar de mim num dia tão especial!!!
    Xero!

    ResponderExcluir
  14. Olá, nanda

    Apóstolo paulo disse mais ou menos isso " estamos cercados por uma nuvem de testemunhas' quem sou eu para duvidar?.

    Sou espírita,ou tento ser, mas a mediunidade é inerente ao ser humano,ou seja independe da religião da pessoa ou crença.Tive uma esperiência...Quando criança depois de um período que minha prima de 09 anos, desencarnou sonhei com ela, em um belo lugar e estávamos brincado.. acordei com aquela sensação de que ela estava viva foi incrível!

    beijos no ♥

    ResponderExcluir
  15. Rô:

    Oi linda!!!
    Pois é... Este tipo de coisa só quem experimenta pode saber. Ainda não dá para provar científicamente a continuidade da consciência.
    Acho que é bom contarmos nossas vivências, mesmo que poucos acreditem!
    Xeroooooooo ; )

    ResponderExcluir
  16. muito interessante esse livro fala de como acreditamos em existencias de espiritos boa dica viu Nanda e parabens pelo blog

    grato

    junior

    ResponderExcluir
  17. Junior:

    Obrigada!!!
    O livro é como um relato desta dimensão a qual não temos total acesso consciente ainda.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Interessante Nanda. Pelo que li, este livro trata do assunto mais diretamente, né?

    Pois eu vou ler. Darei retorno!

    bjs

    Valéria

    ResponderExcluir
  19. Valéria:

    Acho que mais diretamente que isso é impossível! rsrs
    Estou no aguardo de suas impressões!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  20. Saudações Nanda,
    agradeço pela indicação do livro.
    Depois pretendo lê-lo para ver se está embasado na Doutrina Espírita.
    =)
    Cordial abraço, saúde e muita paz!

    ResponderExcluir
  21. quero parabenizar esse lindo trabalho que vc faz no seu blog que dar muitas dicas maravilhosas.
    gostei muito da post são lindas
    de mas.
    um abraço bem grande e muito sucesso pra vc continua assim ta.
    quem quiser ver o site da minha mulher e
    www.analucianicolau.abv.br

    ResponderExcluir
  22. Milton:

    Obrigada!!!
    Acho que não tem ligação com a doutrina Espírita, pois o autor é americano e lá os espiritualistas não estão muito ligados ao Kardecismo.
    Mas de qualquer forma acho que vc vai gostar!
    Abraços!!!



    Luiz:

    Obrigada!!!
    Eu tento fazer o melhor que posso!
    Eu conheço sua esposa! Mas faz tempo que não a visito!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  23. Olá Nanda, estou lendo este livro atualmente, é uma boa fonte de informação, para quem quer saber o que pode ocorrer depois da morte, tanto para quem acredita, para leigos e incrédulos!
    É um livro que está além de religiões e se fundamenta na espiritualidade e na mediunidade!
    BJOS

    ResponderExcluir
  24. Oi Nanda,

    excelente indicação amiga, um tema fascinante. Quando entendemos e aceitamos naturalmente que somos seres espirituais vivendo temporariamente em um corpo efêmero, numa dimensão física e que a morte é uma passagem, então não nos surpreende ter espíritos entre nós.
    obrigada querida,Uma leitura bastante instigante e que não se esgota
    beijos
    Mariangela

    ResponderExcluir
  25. Lena:

    Que legal!!! Concordo com vc, para quem quer saber as notícias estão lá!

    Bjs!



    Mariangela:

    Obrigada!

    Sim, este conhecimento é imprescindível para até vivermos melhor!

    Neste caminho não é preciso ter medo da morte.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  26. Será que posso fazer uma sugestão?

    Faltam aqui os links de partilha, queria meter este post no Facebook e vou ter que o fazer á mão...

    ResponderExcluir
  27. Já leu os livros do Dr. Brian Weiss? Fala sobre a cura através de vidas passadas. Uma paciênte ficou curada, imagine só de quê, de Cancro!

    Também há os livros do Dr. Michael Newton que falam sobre a nossa vida como alma, quando morremos, o que fazemos lá em cima, etc. Valem MESMO apena serem lidos.

    ResponderExcluir
  28. Pedro:

    Espero que goste do livro!
    Não falta link de partilha, não! Eles estão abaixo do texto à esquerda, uns quadradinhos cinzas, tem para partilhar no Facebook, Twitter, Blogger, Google+ e ainda tem o botão "curtir" abaixo do título, que também serve para compartilhar! rsrs
    O Dr. Brian eu conheço já li uns dois livros, mas o outro eu não estou lembrada... Obrigada pela dica. Gosto deste tema!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Li este livro e achei ótimo, pois foi através dele que comecei a entender coisas que acontecem ao nosso redor a toda hora. Recomendo ele para qualquer pessoa que queira entender a vida após a morte, pois acredito que a morte é uma VIAGEM...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também foi muito elucidativo pra mim, gosto da ideia de morte como uma passagem.

      : )

      Excluir
  31. Oi adorei.. muito obrigado, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliano,

      Legal que você gostou da minha descrição do livro! Obrigada pela dica! Eu não conhecia o auto e o livro, darei uma olhada. É sempre bom romper paradigmas!

      Obrigada pela visita!

      Excluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.