domingo, 23 de outubro de 2011

Dia Precioso




“Hoje é outro dia preciosos sobre a terra, vamos vivê-lo com alegria.”
Louise Hay


Pensei em como fazer isso, dizer esta frase e sair para um dia num país em guerra, por exemplo. Deve ser difícil ou mesmo impossível. Mas então veio uma hipótese, será que uma pessoa com uma mentalidade dessa viveria muito tempo num país assim?

Existem pessoas que estão vibrando em guerra mesmo sem ter consciência disso e elas se juntam em lugares para realizarem suas crenças. Se, por acaso, alguém mudar de mentalidade, muda também de país, a guerra não acaba, mas a pessoa é tirada da situação.

Tem uma idéia que diz que cada um vive o que acredita profunda e constantemente, mesmo as coisas desagradáveis, elas não sabem que crêem nisso, na maioria das vezes, mas a sua própria realidade conta, através das vivências, no que ela anda focando sua atenção.

Sabemos pouco sobre o que nos governa, na maioria das vezes seguimos cegos e surdos as nossas forças internas. Confiamos muito no nosso consciente, só que ele é realmente a ponta (inha) do iceberg. Dizemos: Eu só quero o bom, só desejo o bem, mas tenho experiências horríveis com pessoas e situações traumáticas. Por quê?

Acredito que não olhamos fundo nossa mente, ficamos na superfície e não conhecemos crença e vivências enterradas no fundo de nossa psique. Para mim são elas que nos jogam nas experiências boas e ruins. A questão é que não assumimos responsabilidade, gostamos de parecer vítimas do destino, algo como sorte ou azar. É claro que não controlamos tudo... Mas também não somos folhas ao vento. Eu penso que dançamos com o universo damos um passo e ele responde, ele dá um passo e nós respondemos, se nos harmonizamos essa dança fica gostosa mesmo quando é mais agitada, se não nos harmonizamos, atropelamos os acontecimentos e somos atropelados por ele.

Temos que sentir o ritmo da vida e nos encaixar nele, então mesmo quando vier turbulência passaremos por ela com serenidade e poderemos realizar a frase que citei no começo. Viveremos com alegria um dia precioso! Seja ele em que lugar for.

Namasté!


Leia também:





13 comentários:

  1. Acredito piamente nisso, Nanda.
    A realidade de um país é o que vive na mente de seu povo.
    Vamos pensar bem para viver bem.
    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  2. Mari:

    Parece mágica, mas eu acredito que em parte influenciamos, com nossos pensamentos, o que acontece ao nosso redor.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Existe algo importante, Nanda, experimentei comigo. Eu considerava tudo que passei uma falta de sorte, não estava percebendo o quanto a mudança de pensamento e foco seria importante para as transformações positivas. Logo fiquei inquieta e insatisfeita, não aceito nada que seja ruim, perverso, negativo, eu quis, eu quero, eu vou conseguir. E hoje me sinto vitoriosa, não que tenha alcançado nada de valor monetario, mas pessoal que é uma riqueza melhor. Paz de espirito.
    Não é facil, mas não é impossivel.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Sissym:

    Isso mesmo!
    Acho que estas conquistas são ótimas, até porque nos faz aproveitar melhor as conquistas materiais também!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi Nanda!
    Compactuo 100% do que vc disse.
    Tudo é questão de energia. As pessoas e situações se "achegam" ou se afastam a partir disso.Td é questão de vibração.
    Adorei seu texto.
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Alma de poesia. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Marcela:

    Eu gosto dessa ideia, me dá poder e é bom se sentir com poder na sua própria vida!
    Obrigada!!!
    Bjs!



    Nayara:

    Interessante... Não sabia desta técnica, vou dar uma olhada. Mas acredito que deve existir tantas técnicas quanto existem pessoas, não é?
    Tenho o costume de visitar quem me visita, então nem precisava pedir.
    Obrigada por vir aqui!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi Nanda,
    Realmente hoje é outro dia precioso que temos para viver.
    Muitas pessoas não percebem esta oportunidade chamada HOJE e deixam de evoluir, simplesmente são arrastados pela própria vida.
    Ao serem questionados por seus fracassos, julgam-se pessoas sem sorte.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Família Alcara:

    Que bom vc já estar nesta vibração!!!
    Quanto mais gente aí melhor!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Em um pais em guerra cada dia de vida é uma vitória.

    A maioria das pessoas são pessimistas e veem o futuro como fim.

    Por esse motivo que as professias catastróficas fazem tanto sucesso. Sempre se leu, ouviu e repassou as famosas datas do fim do mundo.

    Cada vez que leio algo a respeito. imagino e projeto maneiras de recosntruir.

    Existe muita coisa oculta sim. As forças que nos governam não abrem o jogo, por diversos motivos. Não estamos preparados para saber a verdade.

    Em uma democracia, aqueles que nos governam representam nos representam em leis e atitudes. Um povo corrompido tem líderes corruptos.

    Em uma sociedade organizada jamais seremos donos de nós mesmos. Pois desde que nascemos seguimos regras.

    Mas uma coisa é verdadeira. A maneira como vemos o mundo ao nosso redor.

    Pensamento positivo, pois a vida é bela.

    Parabéns pelo texto

    MarquesK

    Só o Rock Alivia

    ResponderExcluir
  11. MarquesK:

    Fico feliz em saber que em sua mente constrói um mundo harmonioso! Eu também faço isso, mesmo que ainda não enxergue ele no dia a dia eu o vivo em minha cabeça. E acredito que assim ajudo a todos a terem ideias parecidas.
    Penso que as regras criadas pelo grupo, são tentativas de facilitar a convivência e garantir um pouco de justiça... Elas são boas, mas dão a impressão de aprisionamento, mesmo. rsrs
    Obrigada!!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Nanda, comece a olhar o mundo com os olhos de um poeta. Não podemos concertar o mundo, no máximo um band-aid aqui outro ali.

    As injustiças, o sofrimento, a falta de escrupulos sempre existiram, o mundo sobreviveu, pelo menos até 2012 como dizem uns por ai.

    No mínimo temos ai uns 400 dias para curtir cada dia de nossas vidas. E que nossas mentes nos poupem de sofrimentos desnecessários.

    Se não podemos vencer o mal, que unamos o bem que resta.

    MarquesK

    So o Rock Alivia

    ResponderExcluir
  13. MarquesK:

    Gosto muito da sua postura!!!
    Parabéns!!!
    Também penso como vc! Esta história de só enxergar o lado desagradável da vida, como se este lado só existisse agora e não antes é um tanto chato para mim. Prefiro as coisas do jeito que vc colocou.
    É um alívio saber que tem outra pessoa no mundo pensando assim!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.