sexta-feira, 29 de maio de 2009

A NATUREZA DE SUA PERSONALIDADE


Qual é a natureza de sua personalidade? A natureza da mangueira é dar mangas. E você conhece o fruto que dá? Você se conhece? Sabe como se comporta a maioria do tempo? O que você gosta e o que não gosta? O que é natural para você fazer e o que não é natural?

Acredito que é muito importante sabermos isso sobre nós. O quanto você já se interessou por você ? Sabe realmente falar de si? Nós ocupamos muito tempo falando dos outros. Qualidades e principalmente defeitos . Quando estou na rua o que capto das conversas dos outros é: Ele/ela fez, disse ... E nós? O quanto nos conhecemos realmente? Será que temos uma visão correta sobre nós e nosso comportamento?
O que vejo é uma tendência a nos exaltar como as únicas pessoas honestas e de comportamento reto que conhecemos ou nos afundarmos em criticas negativas, mas uma justa observação de nossos potenciais e limitações é difícil ouvir.

Quando pergunto se você conhece o fruto que dá é para saber se você sabe sobre sua função na terra, e não precisa ser nada grandioso, nem aquilo que gera mais renda. É simplesmente aquilo que sai mais naturalmente de você, se derrama sem esforço. Por exemplo descobri que escrever é fácil para mim, tão fácil quanto ouvir pessoa num trabalho terapêutico e foi ótimo descobrir isso! Deu-me prazer... Como se eu fosse uma árvore frutífera em sua época de dar frutos.

Essa tarefa pode ser qualquer uma, que gere ou não recursos financeiros, mas deve dar sensação de bem estar. Para alguns é cozinhar, para outros escalar montanhas, outros é cuidar de animais, etc...

Comece já fazendo as perguntas do começo do texto e espere a resposta, quando elas chegarem você vai ver sua vida ganhar outro sentido, você se sente importante. Nutrido como uma árvore, livre como um animal selvagem, integrado no todo, na natureza.

É uma alegria só!

Namasté!

Leia Também:

17 comentários:

  1. Uma indagação profunda e inteligente. Reflexão para todos os dias. Melhorar a cada dia como ser humano, num processo constante de evolução, não a material, mas espiritual. As pessoas vivem buscando transformações para o mundo, quando a verdadeira transformação se dá de dentro para fora.beijos

    ResponderExcluir
  2. BOM DIA NANDA,
    FIQUEI CHOCADA COMIGO MESMA QUANDO LI SEU TEXTO! PERCEBI SINSERAMENTE QUE NÃO SEI RESPONDER A MAIORIA DAS PERGUNTAS SOBRE MIM MESMA...
    ACHO QUE PRECISO REAVALIAR MINHA BUSCA PELO MEU AUTO-CONHECIMENTO. HOJE, LENDO SEU TEXTO, PERCEBI QUE TENHO BUSCADO O QUE EU GOSTARIA DE SER E TER E NÃO O QUE REALMENTE SOU!!!
    NAMASTÊ
    GRATA MAIS UMA VEZ PELA AJUDA,
    NAMASTÊ.

    ResponderExcluir
  3. Ai Nanda vc eim? nos faz refletir e nos conhecer melhor, olha querida eu nao me sinto importante, mais sinto uma vontade imensa de fzer algo pra deixar de ser tão invisivel, eu sou aquele tipo q so tem vntade de agir mais não faz nada, vc deve lhe dar com gente assim, de qualquer forma ler seus textos me faz muito bem!
    Obrigada querida por existir!

    ResponderExcluir
  4. Nanda, minha doce Nanda, você tem toda razão. Todos nós podemos dar frutos, bons ou ruins, doces ou amargos, mas somos produtores de frutos e flores. Ë importante o perceber disso tudo em nós.

    Ontém ainda na rádio, em um programa, eu disse que deveríamos ter sempre na vida, desde pequenos, um psicólogo e um fisioterapeuta nos acompanhando sempre!

    heheheh isso é demais. Nos ajudaria a melhor muito na vida.

    Qto a mulher alho... kakakaka Vc tem razão... Eu fugiria daquilo. Mas os homens, parecem ter encontrado o sexo no lixo! kakakakakakakaka


    Um beijo, bom final de semana, CON

    ResponderExcluir
  5. Lindo post,Nanda...Refletir sopbre nós faz bem...Eu sou árvore boa pra cuidar de crianças.rsrsrse uma árvore que passa longe daquela profissão que escolh^:advogada...Larguei tudo E ainda, pior, distribuídos de maneira desigual...beijos,chica pois ali via apenas frutos amargos!

    ResponderExcluir
  6. muito bom teu blog. Gostei daqui,
    Trenha um belo final de semana.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  7. Olá Nanda,

    Muito prazer...sou Isa Grou, vim conhecer o seu espaço através do "Cova do Urso".... e gostei muito do que encontrei aqui... parabéns pelo maravilhoso trabalho!

    Se você puder ir conhecer o meu espaço, ficarei muito feliz, viu!

    Lindo post!!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. oi Nanda!
    Realmente é muito interessante saber quem somos.
    mas um dia fiquei encantada em saber o que os outros pensavam de mim.
    nesse dia me apaixonei por meu proprio espelho.!

    abç
    lili

    ResponderExcluir
  9. Ola Nanda!
    Gostei muito deste texto. Sim, eh muito bom saber que fruto damos e espalha-lo. Se todos se descobrissem ja nao teriam necessidade de falar dos outros e de julgar as arvores que conhecem o seu fruto... :-)

    Muito obrigada pela sua visita.
    Bom fim de semana e beijo*de Fada

    ResponderExcluir
  10. O texto é algo complexo, mas muito simples, ou seja nós conhecemo-nos consoante aquilo que produzimos(isso equivale ao bem estar, á nossa realização, aos nossos desejos satisfeitos),, mas abordas uma questão importante, que é questionarmo-nos, sobre a nossa natureza básica e fundamental, coisa que hoje em dia parece bastante superficial(no meu entender), Nós apenas vivemos consoante aquilo que a natureza nos oferece, sem a questionar-mos o fundamental que é: por que é que a natureza nos oferece isto, porque é que é que o nosso "fruto" é este, a questão aqui para mim é bastante profunda e faz-me reflectir. Por isso continua com mais questões que nos levems ao nosso âmago, Abraços

    ResponderExcluir
  11. Olá amiga Nanda é sempre uma grande satisfação voltar aqui, registro minha gratidão por sua amizade, atenção e gentileza, obrigado mesmo de coração por sua visita e comentário, tudo isto nos fortalece e aproxima. A casa é nossa volte sempre. Saiba que admiro muito o seu trabalho. Realizado sempre com muita Inteligência e excelente qualidade, parabéns pelo tema postado, uma grande escolha, vc foi muito feliz na abordagem, uma maravilha, gostei. Meu reconhecimento e votos de muito sucesso e brilho.
    Quero compartilhar com você o poema abaixo do nosso imortal Vinícius de Moraes:
    “Certas palavras podem dizer muitas coisas;
    Certos olhares podem valer mais do que mil palavras;
    Certos momentos nos fazem esquecer que existe um mundo lá fora;
    Certos gestos, parecem sinais guiando-nos pelo caminho;
    Certos toques parecem estremecer todo nosso coração;
    Certos detalhes nos dão certeza de que existem pessoas especiais,
    Assim como você que deixarão belas lembranças para todo o sempre. Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.”
    Desejo um fim de semana repleto de alegrias extensivo aos familiares. Forte abraço, paz, luz, saúde, prosperidade e muitas bênçãos. Fique com Deus. Felicidades.
    Valdemir Reis

    ResponderExcluir
  12. Depende de nos mesmo jugarmos quem somos e o que fizemos....nos somos donos de nos mesmos...


    bjao Nandaaa

    ResponderExcluir
  13. oi, passei p avisar que tem selinho p vc no meu blog, dá uma passadinha lá para pegá-lo.

    bjocas mil

    ResponderExcluir
  14. Que bom que descobriu que gosta de escrever, que bom que descobri seu Blog, amo lê.

    ResponderExcluir
  15. "Qual é a natureza de sua personalidade?"
    Vc deve ser a primeira a saber do quanto é complexa a nossa personalidade! No que já me analisei, justiça é a palavra que mais se aproxima do que sou! Procuro ser justo! Sou uma pessoa naturalmente boa, mas não permito que a minha bondade, faça o lobo tornar-se audacioso! Sei rosnar com raiva tb, quando é preciso!Acredito em correntes de bondade! Se vc faz o bem aqui, é quase certo de vc colher o bem mais adiante! Mas tb já vai longe o tempo em que eu me analizava demais! Adotei uma filosofia: Deixei de ser severo demais comigo mesmo! Sou humano! Não nasci com manual!!

    Abração pra vc, Nanda!

    ResponderExcluir
  16. Marilene:

    Obrigada!!! Estou precisando de gente assim, às vezes na net é difícil encontrar leitores!rsrsrs
    Bjão!



    Nirlando:

    Também tenho essa característica de base, a justiça, a medida imparcial das coisas.
    Acho que todos somos naturalmente bons! E também que mordemos quando nos sentimos atacados, essa é nossa natureza biológica: preservação!
    Receber o que planta é Karma(palavra que significa ação e representa a conseqüência de nossos atos) para os Indus.É certo como 2 + 2.
    Deixar de ser severo consigo é muito bom!Mas eu descobri vários manuais de humanidade, que podem sim nos ajudar a viver melhor, aprender com os erros e diminuí-los a um número tão pequeno que deixaríamos de nos considerar imperfeitos!
    Quer saber? Observe, tudo, com atenção,como se fosse um cientista; meio ambiente, animais, seres humanos... Pássaros e árvores particularmente são muito bons mestres!!
    E vc vai ver que estar humano não é tão difícil assim.
    Bjão!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.