quarta-feira, 22 de junho de 2011

Homens não ouvem, Mulheres falam demais


Jane Sandeis
Tradução – Eidi Baltrusis C. Gomes
São Paulo: Cultrix, 2008
175p



Este livro tem um subtítulo que define sua intenção “O enigma da comunicação entre os sexos”. A autora, uma especialista americana em comunicação entre os sexos, com mais de vinte e cinco anos de experiência no assunto, começou a se deparar com a questão na infância, tinha dois irmãos e não os entendia. E mais tarde, no mundo dos negócios, a coisa toda piorou, o que a levou a estudar profundamente o assunto.

Ela nos ajuda a conhecer os estereótipos, modelos cristalizadores equivocados de compreensão; as reais diferenças biológicas e sociais que influenciam os estilos de comunicação masculina e feminina, como elas causam mal-entendidos e percepções errôneas e sugestões de como se comportar de modo mais eficiente para uma boa comunicação, ou seja, onde ambos sejam compreendidos.

Outro ponto que achei interessante foi quando ela fala sobre comunicação indireta, quando insinuamos algo e queremos que o outro entenda, quase como um sensitivo. Acho que precisamos mesmo parar com isso e dizermos claramente e educadamente o que queremos e precisamos.

Ela também aborda a questão choro, esclarecendo o significado tanto para homens quanto para mulheres. O que pode facilitar o lidar com esses momentos.

O livro é mais um pedacinho do grande quebra cabeças da comunicação humana. Pode não solucionar tudo, mas ajuda a quem está interessado em aprender a se comunicar bem. Para que paremos de reclamar e coloquemos mãos à obra no caminho do bem viver entre homens e mulheres, mais, entre pessoas diferentes que querem fazer um mundo mais harmônico.

Uma dica: este mundo harmônico não cai do céu, ele é criado a partir de nosso esforço e conhecimento.

Boa leitura!

Leia também:
Amor, liberdade e solitude
Como atrair seu parceiro ideal

3 comentários:

  1. Nanda, deve ser interessante.

    O meu ponto de vista é de que homens só ouvem o que querem e quando querem. Mulheres que fala demais são ansiosas e algumas frustradas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Concordo em parte, pois penso que não podemos generalizar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Sissym:

    O livro fala de estilo geral de comunicação. Tem a intenção de ajudar a compreender melhor o sexo oposto.
    Acho que o primeiro passo para isso é boa vontade.
    Talvez o título seja comercial demais e não leva a essa ideia de colaboração... rsrsr
    Bjs!!


    Gus:

    Sim, generalizações são "sempre" perigosas... rsrsr Aí, eu generalizei agora! rsrsr
    Mas para escrever um livro ou falar científicamente generalizamos.
    O importante aqui é compreender os estilos diferentes de comunicação.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.