sexta-feira, 10 de junho de 2011

“Todas as flores são perfeitas”





O título deste texto foi tirado de um filme, “O Último Samurai”. Esta frase me impressionou por ter sido o ápice de uma busca por perfeição do personagem Katsumoto, e a compreensão lhe chegou no momento de sua morte. O samurai viu que o que ele tanto buscava já estava ali o tempo todo. E não existia uma perfeição, uma específica, única.

Tudo estava perfeito. Existia harmonia em tudo. Passamos a vida toda atrás de melhorar e isso é sempre jogado para o amanhã. O futuro vai ser melhor. O passado já foi melhor um dia. E o presente é sempre uma desgraça. Porque é nele que vivemos e costumamos achar que não vivemos bem, que sempre falta algo somos incompletos e buscamos essa completude na perfeição, ou melhor, na ideia de perfeição.

Penso que perdemos um tempo danado de vida insatisfeitos, buscando melhorar. E quando chegamos ao fim da jornada não queremos morrer porque falta fazer muita coisa, uma delas, viver. Pode ser uma coisa já muito batida o que eu vou dizer, mas só se vive no presente, agora, é na ação deste momento, como eu escrevendo agora, se eu não estou apreciando isso e estou pensando que posso fazer melhor no futuro eu perco o desfrute disso. Angustio e me sinto mal. Se não há mais nada a fazer agora, senão escrever, eu já estou em perfeição.

Eu não estou dizendo que acho nosso comportamento global, hoje, o mais apropriado nem que não devemos planejar o futuro e aprender com o passado. É nosso estado mental que está equivocado. É como vivenciamos tudo. Sempre evoluiremos, esse é nosso movimento natural, não precisamos ficar dizendo que não prestamos para fazer mudanças. Podemos apreciar-nos e corrigir detalhes para ficarmos ainda melhores. Porque não enfocamos no que já produzimos e verificamos nossos potenciais para avançar ainda mais? Porque temos que partir do princípio que o hoje não presta e que o amanhã é que trará melhorias? E não aceito você dizer que não é assim que vive! Preste atenção! Sua mente é “enrolona”! É assim que vivemos, chutamos a perfeição para o futuro, bem longe da gente. Lembre-se: “Todas as flores são perfeitas!”. “Nós somos perfeitos para sermos quem somos”. Não espere o momento de sua morte para ter esta revelação.

Namasté!

Leia também:
Nós já estamos num mundo melhor
Perfeição
Nós somos maravilhosos

6 comentários:

  1. Fiquei muito feliz com a sua vinda ao blog.
    Obrigada de coração.
    Sua amizade é muito especial para mim.
    Obrigada pelo seu carinho.
    Sandra

    ResponderExcluir
  2. A natureza Divina é fantastica.
    Belo texto amiga.
    Sandra

    ResponderExcluir
  3. Sandra:

    Estou retribuindo o carinho que sempre recebo de vc!!! Espero que tenha feito uma ótima viagem!!!
    Obrigada!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Nanda,
    Muito prazer em conhecê-la. Te encontrei no perfil do Blogger, porque compartilhamos "Meu Caminho O Caminho das Nuvens Brancas" de Rajneesh.
    Estou há mais de trinta anos do caminho do autoconhecimento.
    Me identifico com o que você escreve.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  5. Sempre que passo aqui, saio com uma coisa boa, melhor.Lindo isso! beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. Gus:

    Bom lhe encontrar! Eu estou há vinte anos neste caminho e sempre fui acompanhada pelo Osho.
    Seja vem vindo!
    Espero podermos trocar figurinhas do caminho! rsrs
    Bjs!


    Chica:

    Obrigada!
    Venho me esforçando para inspirar reflexão, que bom vc gostar!
    Xero!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.