quarta-feira, 29 de julho de 2009

NOSSO PODER


Jesus disse que não cai uma folha de árvore sem o consentimento de Deus (veja citação) . Penso, então, que as tragédias acontecem com o consentimento deste. Porquê então só damos crédito a deus quando conseguimos nos livrar de algo ruim? A força criadora permite tudo, os milagres e os desastres, ela dá espaço para acontecer. Somos nós, no final das contas, que criamos, deus só permite.

Pensando nisso, eu obtive a sensação de poder, não um poder sobre o outro, ou sobre a natureza, mas um poder sobre mim e sobre como devo levar a minha vida. Acho que está na hora de nós virarmos adultos e pararmos de desejar um salvador, um pai ou uma mãe que nos ampare o tempo todo. Se o universo permite tudo, nós podemos, através de nosso próprio esforço, criar algo melhor. Quando pararmos de esperar que a solução venha de alguém fora da gente, começaremos uma verdadeira revolução.

Olhando a evolução da humanidade, podemos concluir que desde os primórdios, as sensações mais presentes no ser humano são de desamparo e desproteção; é como se tivéssemos sido colocados com dois anos de idade num ambiente hostil, e até hoje estamos lá chorando, clamando por papai e mamãe, ao qual demos o nome de Deus. Terminamos sem poder nenhum, esperando eternamente um salvador, alguém que tire essa criança de dois anos de idade desse ambiente hostil.

Pois descobri que o único que pode tirar-nos desse lugar, somos nós mesmos; parando de chorar e compreendendo, que temos um recurso para sair de lá: nossa inteligência espiritual. Desenvolvendo-a podemos transformar o mundo de hostil para amistoso, porque o mundo é o que nós quisermos que ele seja.

Ele agora é assustador, injusto e hostil porque é assim que o vemos e o construímos, mas temos o poder de mudá-lo e o truque está escondido dentro de nós. O primeiro passo é o auto conhecimento, amplo, de todos os aspectos de si, depois a cura da percepção distorcida, neurótica e por fim a derrubada do medo ancestral do abandono; somos senhores cegos de si, com a porta de saída do inferno na frente de nossos olhos, mas nossa arrogância não nos deixa ver.

Lembre-se deus permite tudo, inclusive que vivamos bem, felizes, satisfeitos, solidários. Por que não escolhemos o melhor?

Namasté!


Leia também:
Vamos acreditar
Deus é um alvo grande
O Sonhador

Pobre Coitado

23 comentários:

  1. Nanda,
    cada vez mais fico fã de seus escritos, ao meu ver lúcidos e sensatos, diria demasiadamente humanos.
    Concordo com o que afirma no texto.
    Nós criamos nossa realidade, é claro que existem situações que não estavam previstas (será?), mas estas também nos servem como aprendizado. É como quebrar ovos, você escolhe se faz algo gostoso como um bolo ou vai chorar a quebra do ovo...
    Em síntese (pra mim é difícil....rs) somos nós mesmos que fazemos nossas escolhas, ou ficamos parados, imobilizados, com medo de tudo e de todos numa espécie de paranóia social, ou nos mechemos e damos chance à vida circular a energia em nós. Se cada um fizesse a sua parte o mundo não seria como conhecemos, nem hoje, nem antes, nem depois (aí eu sou um pouco mais pessimista que você), apesar de acreditar que possamos transformar o mundo, a preguiça emocional anda disseminada!!!
    beijo e bom trabalho

    ResponderExcluir
  2. Só posso dizer uma coisa.
    Excelente!!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu continuo acreditando, que Deus fez o bastante, e Ele não fica se metendo em tudo que acontece não, nós somos responsaveis pelo bem e pelo mal, ou quem sabe, o acaso.

    ResponderExcluir
  4. Maravilha,Nanda! Essa sensação e consciência de que depende de nós mesmos e não de alguém de fora ou sei lá o que, é a verdadeira percepção! um beijo,chica

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o tópico do texto, esperar por milagres não resulta, o que resulta é nós criarmos o nosso milagre, porque quem cria somos nós, e somente nós. E é verdade que mundo de hoje está ruim e tudo isso, mas como dizes é o espelho das nossas mentalidades sempre á espera que que algo de transcendente mude as nossas vidas, mas na realidade nós somos os nossos Deuses, e verdade que poderá haver uma, e tem de haver uma força criadora, que nos pôs cá, a que se pode chamar Deus, mas ficar á espera que ele resolva as situações por nós, bem podemos ficar sentados á espera. Eu acredito numa força criadora, mas não sou católico, nem ateu, nem budista, nem sikhista, nem muçulmano, eu acredito como tu é numa força interior inerente a toda a gente, que as faz criar os seus próprios milagres, quem reza a Deus por um milagre, está a pôr esperança e confiança em si(e não em deus,não querendo ofender), e é assim na minha opinião que acontecem curas, milagres, etc.Resumindo O NOSSO PODER é ilimitado, temos é saber como utilizá-lo, e para mim passa por muitas coisas confiança, destemor, coragem, etc. Já me alonguei demasiado por isso , Abraços e continua com o teu excelente trabalho, que de certeza ajuda e liberta muita gente, Paz.

    ResponderExcluir
  6. Nanda querida, vc tem total razão, estamos aqui para viver felizes e não para a tristeza, e como sempre, tudo depende de nós... Adorei aquele blog no qual você faz parte agora, e a seleção de músicas dela, é maravilhosa... Curto demais! Agora vou ver os outros pra conhecer a poeta que tem dentro de vc... E me diga, mesmo antes de eu ler, vc tem alguma dúvida ainda, de ser uma delas??? E para onde vai tudo que você lê, sente, e dividi conosco? Vou la ver... Um beijo, CON

    ResponderExcluir
  7. Nanda,

    Quando comento um post, eu desenvolvo minhas ideias a respeito dele e estabeleço relações com as ideias do autor, ao final, isso gera o meu comentário. Ao ler este post foi diferente, a primeira coisa que veio à minha mente foi parafrasear Milton Nascimento e Tunai na música ´Certas Canções´ : "Certas canções que ouço / cabem tão dentro de mim / que perguntar carece / como não fui eu que escrevi ?". Sendo assim, cabe que eu lhe diga que concordo com as suas palavras, pois aquele que reconhece o poder que tem por natureza, se estabeler as relações necessárias,torna-se capaz de construir o próprio caminho.

    Parabéns pelo post !

    Um abraço.

    Nelson

    ResponderExcluir
  8. Eu procuro sempre aceitar o que Deus me reserva..
    Não fico parado aceitando o que pode ser mudado..mas o que não aceito..ele sabe o que faz..
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Nossa, Nanda...é tudo verdade...obrigada por me botar pra refletir :)
    Beijão

    Sil
    esquinadasil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. NANDA,
    OBRIGADA pela participação no conto!
    Fiz refª ao vosso contributo, no conto "NABOS"

    Beijinhos e carinho meu
    Lília

    ResponderExcluir
  11. Cristiano:
    Muito obrigada!
    Estou cada vez mais certa disso.
    O que existe é uma evolução natural, muitos ainda têm uma mentalidade infantil, por isso parece que nós não andamos, mas estamos progredindo sim.
    Bjão! E obrigada por tudo!


    Francisco:
    Então eu só posso dizer uma coisa: Muito obrigada!
    Bjão!


    Joselito:
    Concordo, já podemos assumir a responsabilidade, e estamos, aos pouco, fazendo!
    Bjão!


    Chica:
    Eu também acho uma maravilha!!
    O poder é nosso!
    Bjão!


    Fausto:
    Esperar milagres é coisa do passado!
    O mundo de hoje está tão ruim quanto o mundo de ontem, apenas sabemos mais do que antes e alguns problemas se deslocaram...
    Sim o mundo é um espelho de nossa mentalidade.
    E já podemos ir largando esse desejo de salvador.
    Eu também sou espiritualista independente.
    Sim, nosso poder é tão ilimitado que ainda não conseguimos acreditar nele.
    Muito obrigada! Essa é minha fruta: reflexão, pulga na orelha, esse é meu prazer, estarei fazendo ele enquanto existência tiver.
    Bjão!


    Con:
    Sim, cada vez mais acredito na nossa natureza alegre!
    Que bom vc ter gostado do Norte! Lá vou colocar poemas!
    Vc sabe que disso ainda duvido, serei eu poetiza?
    Diga-me vc!
    Bjão!


    Prof. Nelson:
    Nossa que fiquei muito emocionada com esse comentário!
    Foi tão poético!
    Estamos na mesma turma, vc é da tribo!
    É disso que falo: construir o próprio caminho!
    Obrigada!!!


    Olavo:
    Sei bem disso!
    E o admiro por isso!
    Bjão!


    Sil:
    Estou adorando sua frequencia aqui, demorou, mas quando apareceu irradiou!
    Esse é meu trabalho aqui na terra querida! Cada vez mais sei disso!
    Volte sempre!
    Bjão!


    Dulcinéia:
    Por nada, depois vou lá ver!
    Obrigada pela referência!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  12. Nadan, gostei muito do teu texto!
    Eu já tenho minhas restrições quanto a atribuir culpa ou mesmo "glórias" a Deus. Acho que as pessoas deveriam acreditar mais em si e saber que tudo que conseguem provêm de seu esforço.
    Beijos menina

    ResponderExcluir
  13. Neste mês de agosto o blog esta em comemoração
    E te convido a partipar durante todo o mês com a gente..
    E para começar tem selo comemorativo lá no blog..
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    abro seu blog e me deparo com este texto perspicaz!

    parabéns!

    te sigo aqui e ali. hehe


    beijokas!

    ResponderExcluir
  15. Tita:
    Obrigada!
    Sim acho que temos uma dança, um passo é nosso, sempre o primeiro, o outro é do universo...
    Bjão!


    Olavo:
    Parabéns, eu vou participar!
    Irei por lá pegar meu selo!
    Obrigada pelo convite!


    Frnacoemblog:
    Obrigada!
    Até aqui e ali então!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  16. Aloha Nanda amável e querida amiga!!!

    Quero primeiro poder dizer o quanto de minha alegria por recebê-la nas atmosras do Olhar de Carpe Diem em dia 27/28.7 meu niver. Sua presença foi meu presente..Obrigado!!!

    A seguir parabenizo-a pelo tema e texto e o ratifico.

    O Universo Existêncial e Nao Existêncial....São Consciêntes.

    A Consciência Existêncial traz para cada um o que cada um necessita. Por isso que esse Homem Sábio conhecido como Jesus, assim como muitos outros, deixaram o legado de sabedoria sobre A Consiência Existêncial.... Parabéns!!!

    Forte Abraço, Bom domingo.

    Namatê,
    Aloha!!! querida amiga!!

    Hod.

    ResponderExcluir
  17. Hod:
    Por nada querido!O prazer foi meu!
    Obrigada!
    Eu concordo!E não tenho nada a acrescentar, simplesmente é isso!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  18. Realmente, Nanda, o poder está em nossas mãos.
    Isso é uma coisa que eu sempre tento passar nos meus textos, de uma maneira ou de outra, que cabe a nós escolhermos sermos felizes ou tristes, realizados ou fracassados, saudáveis ou doentes, entre outros. Se procurarmos o bem, certamente o acharemos. Se trilharmos o caminho do mal, a coisa pode ficar um pouco mais complicada para nós, e por aí vai. Livre arbítrio é a palavra de ordem....

    Quanto aos acontecimentos que fogem do nosso controle, como acidentes, mortes de inocentes, catástrofes e outros, creio que tudo tem a sua razão de ser. Tudo tem a hora certa para acontecer... Se Deus sabe de todas as coisas, ele deve ter uma boa explicação para tudo isso. Eu, pelo menos, acredito plenamente nisso!

    Grande abraço pra vc e até breve!

    ResponderExcluir
  19. Olá, Nanda
    è verdade Ficamos acomodados achando que Deus deve interfirir em nossas escolhas e quando não fazemos a escolha certa , sofremos o efeito,pois tudo é causa e efeito,culpamos Deus..Nanda a verdade que a humanidade ainda encontra no estágio evolutivo da adolescência ,daí essa confusão toda.Tem que haver um culpado pelos conflitos..

    ResponderExcluir
  20. Viviane:
    Sabe que também penso assim? Mesmo quando a gente não entende muito bem o acontecimento ele está na ordem universal!
    Obrigada!


    Rô:
    Acredito nisso, como acredito que existo!
    Concordo estamos em desenvolvimento de potencialidades!
    Vc foi boazinha, eu digo que temos por vota de 5 anos de idade!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  21. oi obrigado, mas gostaria de saber o capitulo da biblia, versiculo. assim poderei ler melhor na biblia.
    muito obrigado se puder madar em mmeu e-mail é: john_cgomes@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  22. John:

    No próprio texto tem um link para essa explicação, mas posso enviar para vc por e-mail sim.
    Obrigada!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.