quarta-feira, 3 de março de 2010

Transformação



“O ser humano se transforma e a transformação chega como uma brisa que move as cortinas ao amanhecer, como o perfume suave das flores silvestres escondidas na mata.”

Fonte: Desejo-lhe feliz mudança! Lídia Mª Riba, copiladora.


Interessante essa visão de mudança, ela vem devagar suave e perfumada, pena que quase nunca a vemos assim... Normalmente vivenciamos transformações como transtornos, mesmo quando são felizes. E nos sentimos atrapalhados por elas como se fossem repentinas, inesperadas e terríveis. Vejo que tudo vive se modificando e as grandes mudanças não ocorrem de repente elas entram suavemente aos poucos e porque não as enxergamos logo, às vezes, transformam-se em tempestades.

Lembrem-se as transformações podem ser suaves e perfumadas também!

Namasté!

Leia também:
Construir na areia
Ideia e esforço
Seja amigo do sexo

2 comentários:

  1. Prezada Nandita,

    Costumo dizer que a vida é um eterno processo, constante devir, coisas de Hegel e Heráclito........
    Gosto muito de janelas,pois sugere mudanças. Abrir,sentir,contemplar e participar.Nos faz mais Humanos.
    Que esta encantadora Janela acompanhada de poucas e profundas linhas, possa inspirar muitas mudanças.

    Bjs poéticos,
    KAF

    ResponderExcluir
  2. Kaf:

    Minha proposta é sentir mudanças de forma diferente, e fluir com elas ao invés de brigar!
    Se vc já consegue fazer assim, então, Viiiiva!!!!
    Bjão!

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.