sexta-feira, 5 de março de 2010

Controle das Emoções




Descobri um grupo em São Paulo, Núcleo Ser que faz um trabalho com os mesmos princípios que os meus. Achei legal mais pessoas acreditarem que podem viver uma existência melhor ao se conhecer mais e descobrir potencialidades e limitações. Eu vi em meu próprio percurso que mesmo com o mundo do jeito que está é possível existir de forma alegre e gratificante, mas que a chave para isso é o autoconhecimento. Preparando-se para a realidade do mundo e a sua própria, você pode encontrar formas criativas de solucionar questões cotidianas. Muito do foco do Múltiplas Realidades é ativar a reflexão sobre novas formas de ver o comum, é uma extensão do que eu faço no consultório.

Só tem uma coisa, na propaganda desse serviço, que eu coloco em reticências... Eles dizem que podem fazer isso de forma rápida e propõe trabalho de finais de semana prometendo reflexão profunda. Bom, eu estou nisso há 18 anos, desde 1991, e passei uns bons anos para chegar a ter a recompensa da substituição de pensamento. Reflexão profunda e modificação de mentalidade e comportamento não é coisa que se faça em um final de semana. Quem faz sabe, às vezes as alterações são instigadas nesse período, mas elas só se estabelecem meses ou anos depois. Não se constrói um palácio num estalar de dedos.

Porém o que eu queria compartilhar aqui é que já existem mais pessoas que estão nessa trilha. E isso me deixa feliz, saltitante e sorridente!

E você, o que está fazendo para amadurecer?

Namasté!

Leia também:
Lidar com emoções
Dominar a mente
O que é raiva

6 comentários:

  1. Saber viver e lidar com nossas emoções é preciso. Beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Nanda, muita gente me acha calma, sou sim, especialmente quando se trata de situações extremas. Mas algumas vezes eu sinto que controlar a emoção é como um vulcão prestes a entrar em erupção. Creio que minhas bochechas ficam até vermelhas. Eu gostaria realmente de não sentir esta pessima sensação.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Penso ser o caminho saber controlar as emoções e agir mais pela razão, assim podemos conhecer melhor nossas reações diante dos acontecimentos.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  4. Olá Nanda,

    Belo texto, Testemunhar as proprias emoções e seus efeitos, dão veredito final sobre a qualidade de vida.

    Um grasejo, " Nunca perda o controle, pois terá que levantar a todo momento para trocar o canal da TV...rsrsrs "

    Aproveito parabeniza-la por 365 dias por vc ser mulher.

    Hod.

    ResponderExcluir
  5. Chica:

    Acho até que é um facilitador!!
    Obrigada!
    Bjão!



    Sissym:

    Aprendemos que controlar é reprimir, então esta sensação vem dessa pressão, penso que podemos controlar no sentido de conduzir, escolher como vamos expressar esta emoção, mas observando e constatando para nós mesmo qual emoção estamos sentindo. Claro que nem sempre dá tempo de desfazermos a emoção, isso é uma questão de treino.
    Bjão!



    Príncipe:

    Acho que podemos fazer um mix, uma junção das duas coisas emoção e razão. Para agir deveríamos deixar a razão conduzir as emoções, expressaríamos então muito melhor.
    Bjão!



    Hod:

    Concordo!!
    Mas podemos ver o lado bom de perder o controle da TV... Faríamos mais exercícios! rsrssr
    Obrigada pelo parabens!

    ResponderExcluir
  6. Nanda, satisfação em ter encontrado este teu espaço. Cheguei aqui através do AnaliseBlogueira. Sobre as mudanças rápidas, concordo plenamente que somente o tempo vai possibilitar que façamos uma mudança e que ela se sedimente. O instigar pode se dar num lance, num encontro de fim de semana, mas a mudança efetiva leva tempo.
    Abraços! Seguirei lendo teus textos a partir de agora.

    ResponderExcluir

Oi queridos/das, adoro ler comentários, contribuam para o meu prazer! Obrigada.